Manaus 30º • Nublado
Domingo, 23 Janeiro 2022

As cobras também "soltam pum"?

Captura-de-Tela-2022-01-05-as-10.25.16

Não é segredo para ninguém que os humanos são campeões em soltar flatulências, principalmente, após ingerir alguns tipos de comidas (né, feijão?). E esse processo de eliminar gases durante o dia é natural, uma vez que o ato de "soltar pum" é o resultado de reações químicas na flora intestinal com alguns alimentos.

Mas, dentro do universo vasto da fauna na Amazônia, será que animais característicos da região, como as cobras, soltam "pum"?

Foto: Reprodução/Portal Amazônia

E a resposta é: sim. As cobras peidam. De acordo com o doutorando em Ecologia do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) e fundador do Projeto Suaçuboia, Igor Yuri Fernandes, da mesma forma como muitos animais, ao consumir as presas, as cobras fazem o processo de digestão e acabam produzindo gases que são eliminados no famoso "pum".

Leia também: Existe cobra cor de rosa? Saiba o que representam as cores das cobras

Ainda segundo o especialista, na literatura existem registros de cobras que usam os gases como estratégia de defesa. "Algumas espécies do gênero Micrurus (cobras-verdadeiras) usam o pum para se defender, onde o som produzido serviria para dar um susto no predador e, dessa maneira, a serpente consegue se livrar e escapa", explicou Igor, que destacou  a espécie Suaçuboia (Corallus hortulana) como uma das que "soltam" pum.

Foto: Divulgação/Musa

Porém, não são todas as cobras que conseguem soltar flatulências. "O odor característico, ou pum, das cobras são expelidas pela cloaca. É por ela que saem o hemipênis dos machos e o orifício vaginal das fêmeas. Em algumas espécies estão localizadas as glândulas cloacais, ou seja, essas cobram excretam uma substância com odor muito forte e característico, também usado como mecanismo de defesa", contou o especialista.

Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 23 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/