Manaus 30º • Nublado
Domingo, 23 Janeiro 2022

Portal Amazônia responde: Por quê as cobras trocam de pele?

maxresdefaul_20220103-135246_1

As cobras, no geral,  são animais cercados de mitos e lendas. Um dos fatos mais curiosos sobre as cobras é que em intervalos de tempo, elas trocam totalmente de pele. Essa troca depende de uma série de fatores como temperatura, ambiente e até mesmo alimentação.

Mas por que as cobras trocam de pele? O Portal Amazônia responde:

Quando estão perto de trocar de pele, os olhos das cobras ficam esbranquiçados. Foto: Maxwel Rocha

Você provavelmente já deve ter ouvido algum ditado popular que relaciona a troca de pele das cobras à falsidade ou a alguém "duas caras". Mas na verdade a troca de pele destes animais está relacionada ao crescimento da cobra ao renovar a pele danificada.

Leia também:Lendas amazônicas: Onde estão as cobras grandes da Amazônia?

Foto: Reprodução/Mundo Ecologia

Como isso ocorre?

Assim como as cobras, os humanos também trocam de pele, mas no nosso caso a cada mês, aproximadamente, e aos poucos. Lagartos também "funcionam" biologicamente dessa maneira. Já a troca de pele das cobras ocorre pela liberação da pele inteira, como uma peça de roupa.

Isso ocorre quando as cobras estão crescendo. E, nesse processo, a pele não se estica para se adaptar ao crescimento, o que dificulta o aumento de tamanho do animal, pois as escamas são bastante duras. Então, de tempos em tempos, a cobra "fabrica" uma nova pele do tamanho que necessita. 

No geral, uma cobra jovem troca de pele a cada quatro semanas, já uma adulta troca de cinco a oito vezes por ano. Todo esse processo é conhecido como ecdise ou muda.

É o que explica Patrik Viana, biólogo, mestre e doutor (PhD) em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (Inpa), com foco em répteis:

Elas trocam de pele de acordo com sua necessidade de crescimento, quanto mais elas se alimentam e aumentam de tamanho, mais elas tem a necessidade de crescer, assim, elas precisam trocar de pele. Não há um tempo exato, por exemplo, a cada 1 mês, isso vai depender de inúmeros fatores, como a idade do bicho, frequência de alimento, condições do ambiente em que o bicho está, dentre outros.

relatou Patrick.

Olhos esbranquiçados

Ao realizar esse processo, a cobra troca inclusive a pele que envolve a cabeça e os olhos. Como que a cobra enxerga, então? Diferente dos humanos, as cobras não possuem pálpebras, ou seja, não piscam. Por isso, a pele que fica sobre os olhos funcionam como uma camada de proteção. 

Porém, quando estão próximas da troca, os olhos começam a ficar esbranquiçados e dificultam a visão, o que faz com que mesmo as cobras mais tranquilas fiquem um pouco "ariscas" nesse período.

Foto: Reprodução/Youtube-Animal TV

Outros benefícios

Além de possibilitar o crescimento do animal, a ecdise remove ectoparasitas que estavam presentes na pele da cobra e ajuda a melhorar a comunicação química entre os indivíduos. Confira o vídeo de uma cobra renovando sua pele:

Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 23 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/