Merecido’, diz Gabi Flor sobre indicação de Mayara e Vivian para o paredão

Primeira eliminada do BBB17, Gabriela Flor não se esquivou de opinar sobre a confusão que tomou a casa desde que o último paredão foi formado, entre Vivian e Mayara. A bailarina de 27 anos classifica como “lamentável” o comportamento das duas indicadas à eliminação

Gabi acha merecido o paredão entre as duas aliadas. Foto: Reprodução/iBahia

“É mais do que merecido as duas estarem no paredão. As meninas fazem uns comentário muito lamentáveis. É uma coisa meio pobre de espírito, para ser bem sincera”, entrega a baiana de Salvador: “As brincadeiras também já estão um pouco demais. Acho que está até um pouco agressivo, né? Mas o jogo é isso mesmo. Cada um pensa de uma maneira…. Só tem que saber respeitar. Não pode é perder o respeito! Isso já não é legal”, afirma.

Sobre a patrulha em cima de Marcos, apontado por Vivian e Mayara como machista, Flor considera que há um exagero estratégico de jogo. “Acho que é um pouco demais esse foco voltado para o Marcos. Desde o início eu defendi a questão de que ele foi machista. Lógico que às vezes ele faz um comentário, e as mulheres não gostam. Mas já está demais esse foco em cima dele”, conta.

Gabi ainda tentou aliviar para o lado do doutor falando sobre o seu relacionamento com ele dentro da casa. “Comigo, ao menos, ele foi super educado, inteligente e na dele. Lógico que ele está ali flertando, quer formar casal, mas ele é super na dele… Tanto que está super amigo da Emily! As pessoas estão se voltando contra ele porque ele é um super jogador”, diz.

Gabi Flor torce para Pedro e Roberta

Gabriela Flor tem torcida declarada fora do BBB17. A bailarina deseja ver Pedro e Roberta na final do reality. “Minha torcida vai para o Pedro e para a Rô. Eles estão conseguindo eliminar as poucos as pessoas que não são legais… É outra vibe a deles!” exclama. Saiba mais no iBahia.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Saiba quais são as 9 construções mais antigas da Amazônia

Em cada cidade da Amazônia Legal existe ao menos uma construção que exala a história local a partir da colonização.

Leia também

Publicidade