Manaus 30º • Nublado
Domingo, 14 Abril 2024

Reflorestamento é combinado com agricultura familiar na região amazônica

Foram plantadas 17 mil mudas de espécies nativas e agrícolas. Foto: Fernando Sant'Ana

Cobrindo uma área de nove hectares no município de Apuí, Amazonas, foram plantadas 17 mil mudas de espécies nativas e agrícolas, incluindo pés de café, em uma ação agroflorestal, que associa o reflorestamento com a agricultura familiar.

A área de plantio equivale à área aproximada do programa de construção de torres de telecomunicações da IHS Brasil, em 2021. A IHS é um dos maiores proprietários, operadores e desenvolvedores independentes de infraestrutura compartilhada de comunicações do mundo em número de torres.

O município de Apuí possui altas taxas de desmatamento. Foto: Fernando Sant'Ana

A iniciativa foi realizada em parceria com o Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), uma ONG ambiental que se dedica a encontrar soluções para os desafios sociais e ambientais da região amazônica, apoiando produtores rurais, comunidades tradicionais e povos indígenas. Segundo o Idesam, o potencial estimado de captura de carbono da área reflorestada é de 2.286 tCO2.

Com altas taxas de desmatamento, o município de Apuí, com uma população de mais de 20 mil habitantes, é uma área estratégica para o desenvolvimento da produção cafeeira em pequena escala. Esta iniciativa, combinada com novas técnicas de produção, ajuda a proporcionar um rendimento alternativo e sustentável às comunidades locais. Em 2024, está previsto o plantio de mais cerca de 7,9 mil mudas por meio dessa parceria, recuperando mais quatro hectares de áreas degradadas. 

Em 2024, está previsto o plantio de mais cerca de 7,9 mil mudas. Foto: Fernando Sant'Ana

Paola Bleicker, diretora Executiva do Idesam, afirma: "Nosso objetivo é promover uma economia nova, inclusiva e sustentável na região amazônica, criando conexões e soluções para as comunidades locais, proporcionando caminhos inovadores para a mitigação das mudanças climáticas e geração de renda sustentável".

Michel Levy, CEO da IHS Brasil, comenta: "Estamos comprometidos em apoiar as comunidades próximas de nossas torres e continuar a trabalhar com parceiros externos para ajudar a melhorar a qualidade de vida e salvaguardar a preservação ambiental. A colaboração com o Idesam nos permitiu oferecer uma iniciativa focada na comunidade que ajuda a limitar os danos ambientais juntamente com nossas atividades de construção de torres."

Veja mais notícias sobre Sustentabilidade.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 14 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/