Manaus 30º • Nublado
Terça, 31 Janeiro 2023

Projeto mato-grossense com foco em agricultura sustentável é apresentado na COP27

Projeto mato-grossense com foco em agricultura sustentável é apresentado na COP27

O projeto de extensão Rede de Cooperação para a Sustentabilidade, intitulado como 'Projeto Gaia', realizado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), integra o grupo de iniciativas apresentadas pelo Estado de Mato Grosso na Conferência Mundial do Clima (COP 27), no Egito, durante o mês de novembro.

De acordo com a professora Rafaella Felipe, do Instituto de Ciências Humanas, Naturais e Sociais (ICNHS), do Campus de Sinop da UFMT, e coordenadora do projeto, a Rede tem ações nas áreas de pesquisa e extensão. "É um projeto que desde 2019 foi institucionalizado para trabalhar com a temática da agricultura sustentável com base na agroecologia e os sistemas agroflorestais. Em 2020 fomos contemplados com financiamento em Mato Grosso, recebendo cerca de R$ 1,2 milhão para trabalhar com agricultura familiar", relata.

Em 2021, o projeto implantou sistemas agroflorestais e agroecológicos para oito famílias agricultoras com o objetivo de conscientizar e incentivar o consumo de alimentos orgânicos dentro e fora do campus. Além disso, a rede oferece suporte técnico e financeiro para a implantação de sistemas agroflorestais.

Foto: Reprodução/UFMT

Os sistemas utilizados são multidiversos e as famílias produzem grãos e hortaliças junto com árvores frutíferas. Ele atua principalmente na inclusão social.

"Ampliamos a participação da agricultura familiar no Programa Nacional de Alimentação Escolar, o PNAE, que envolve a compra institucional da agricultura familiar. Uma das políticas públicas que mais beneficia a agricultura familiar", explica Rafaela Felipe, acrescentando que o projeto amplia o acesso a outros programas como o Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf).

A professora enfatiza ainda que a presença na COP este ano abre a melhor perspectiva possível para o projeto. 

"Estamos constando em um livro que é extremamente importante com projetos prontos para serem financiados que vai compor um banco de dados internacional que tem a possibilidade de fomento. Chegamos a um patamar, trazendo a agricultura familiar e sustentável que a gente não imaginava. Tudo como trabalho coletivo", 

comenta a pesquisadora

A inclusão, segundo a professora, atende as metas de expansão e crescimento da eficiência da produção agropecuária e florestal, a conservação dos remanescentes de vegetação nativa, recomposição dos passivos ambientais e a inclusão socioeconômica da agricultura familiar, além de promover a redução das emissões de gases do estufa.

Projeto Gaia

Fundado em 2019, o Projeto Gaia é financiado pelo REDD Early Movers Mato Grosso (REM), um benefício internacional que é concedido a iniciativas que visam a redução de emissões de CO2 por ações de conservação florestal. 

A Rede se concentra na saúde do solo e opta pela produção de legumes, frutas e hortaliças sem a utilização de adubos químicos industrializados, agrotóxicos ou sementes transgênicas. Participam oito bolsistas da Fundação Uniselva, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Mato Grosso (FAPEMAT) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e mais três voluntários.

Para quem deseja saber mais sobre o projeto, pode acompanhá-lo através das redes sociais Instagram, Facebook e Youtube. Também é possível entrar em contato a partir do Whatsapp (66) 99659-2885 e do e-mail . 

Veja mais notícias sobre SustentabilidadeMato Grosso.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 01 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/