José Melo é identificado por codinomes em investigação da Polícia Federal

Uma coletiva de imprensa foi realizada pela Polícia Federal no Amazonas nesta quinta-feira (21) sobre a operação ‘Estado de Emergência‘, terceira fase da ‘Maus caminhos’, que realizou a prisão temporária do ex-governador cassado, José Melo. O ex-chefe de Estado foi identificado pela investigação de corrupção por meio do compartilhamento de informações que usavam codinomes como ‘velhinho’ e ‘professor’, associados ao ex-governador cassado. A esposa de Melo, Edilene Gomes, também tem as empresas em seu nome sob investigação e será intimada para prestar esclarecimentos. Segundo a PF, os valores são expressivos, mas não divulgaram números.
Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

‘Aurora Luzitana’: livro revela história dos portugueses maçônicos no Amazonas

Em mais de 400 páginas, com um exclusivo acervo de imagens, Abrahim Baze revela grande parte da história dos maçons lusitanos no Amazonas.

Leia também

Publicidade