Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 02 Junho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

Amazonas registra segundo óbito por covid-19; um homem de 43 anos

DELPHINA-aziz-covid-19

O governo do Amazonas, confirmou, através de nota enviada à imprensa na manhã desta terça-feira (31), a segunda morte por covid-19. Segundo a nota, o óbito foi em um homem de 43 anos de idade, diagnosticado pelo novo Coronavírus (Covid-19), que faleceu na noite de segunda-feira (30), por volta das 22h, no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz, na zona norte de Manaus. 

Hospital Delphina Aziz é a referência para atendimento de casos de covid-19 no Amazonas. (Foto:Divulgação/Susam)

Ainda segundo o governo, o homem estava internado na UTI do Hospital desde o dia 20 de março e não resistiu às complicações da doença. Ao ingressar na unidade não relatou comorbidade e disse ter tido asma quando criança. Também relatou que sentiu os primeiros sintomas após uma reunião de negócios com pessoas provenientes de São Paulo.

Ele foi internado apresentando grande acometimento pulmonar, com necessidade de manobras para melhorar a ventilação. Apresentou piora no quadro clínico na noite de segunda-feira (31), não resistiu e veio a óbito.

Binho Lopes tinha 43 anos. (Foto:Divulgação/SEC_AM)

Segundo informações repassadas pela família, o homem que faleceu era o músico Robson de Souza Lopes, conhecido por Binho, tecladista na banda Joy. A família informou que ele não tinha histórico de problemas respiratórios e adiantou que não deve ter velório, e o enterro que deve seguir o protocolo das vítimas de covid-19.


Um cortejo saiu por volta das 10h30 da manhã, do Hospital Delphina, segundo familiares, o corpo irá direto para o cemitério.

Em nota divulgada pelas redes sociais, a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa lamentou, com profundo pesar, o falecimento do músico. "Apresentamos as mais sinceras condolências a todos os familiares e amigos", disse a nota.

Cortejo com o corpo de Binho, segunda vítima fatal do Covid-19 no Amazonas. (Foto:Eliana Nascimento/Rede Amazônica)

Outro óbito


O primeiro óbito por covid-19 no Amazonas foi confirmado na última terça-feira (24), pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam). De acordo com o órgão, a vítima era um paciente vindo do município de Parintins, distante 369 km de Manaus e tinha 49 anos, que era portador de hipertensão arterial sistêmica.

O homem diagnosticado com o novo coronavírus também estava internado no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz, onde deu entrada no dia 21 de março, por conta do agravamento dos sintomas do Covid-19.


Casos de Covid-19 no Amazonas

No boletim epidemiológico divulgado pelo governo na tarde desta segunda-feira (30), mostra que o Amazonas tem 151 novos casos confirmados do Covid-19. Desses pacientes, 22 estavam internados, 11 na UTI. Ainda segundo informações do governo do estado, quatro pessoas já foram curadas.

Durante a coletiva de imprensa online, a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) infirmou que além de Manaus (140), há registro de casos em Novo Airão (1), Parintins (3), Itacoatiara (2), Santo Antônio do Içá (1), Boca do Acre (1), Anori (1) e Manacapuru (2). 


Veja mais notícias sobre SaúdeAmazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 02 Junho 2020
No Internet Connection