Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 31 Outubro 2020

'Ronda Rousey do Amazonas' está invicta no MMA e sonha com UFC

MANAUS - A 'Ronda Rousey do Amazonas' tem nome e sobrenome: Ketlen Vieira. Com cinco vitórias em cinco lutas no MMA, a lutadora de apenas 24 anos já desperta grande expectativa no cenário local. Ela detém o cinturão dos galos do Mr. Cage e atrai interesse de grandes franquias nacionais.
Ketlen Vieira é a revelação do MMA amazonense. Foto: Reprodução/Amazon Sat
Ketlen é cotada para ser a primeira mulher amazonense no Ultimate Fighting Championship (UFC) daqui alguns anos. No último mês de dezembro, ela defendeu o cinturão do Mr. Cage com vitória sobre Viviane 'Monstra' por nocaute no primeiro round.
Uma das virtudes de Ketlen é o domínio de diversas artes. A amazonense começou no jiu-jítsu com 12 anos, migrou para o judô aos 15, foi para a luta olímpica e depois ingressou definitivamente no MMA. "Sempre gostei de ser eclética nas artes", disse a lutadora ao canal Amazon Sat.
Mas antes de ingressar no esporte, Ketlen teve um grande desafio: convencer a mãe de que a carreira nas lutas era um bom negócio. "Como sou a única filha mulher, minha mãe sempre teve cuidado comigo. Eu sempre pedia da minha mãe pra me colocar pra lutar. No início ela não levava a sério, mas depois de tanta insistência ela me liberou e viu a minha evolução", recordou.
Ketlen estreou no MMA em outubro de 2014, quando venceu Juliana Leite no Circuito de Lutas Fight Night, em São Paulo. "Todas minhas adversárias foram de fora, com exceção da penúltima, que veio de Itacoatiara. Mas sempre fui acostumada a lutar contra adversárias de todo o Brasil".
A lutadora atualmente faz um trabalho específico voltado para o MMA. "Tenho professor de musculação, de jiu-jítsu, de MMA, de muay thai. Os treinamentos são intensos, de seis a oito horas por dia. Treino parte de chão, queda, defesa de queda. Nesse ano espero fazer mais lutas e ganhar experiência pra fechar contrato com um evento grande", projetou.Projeto UFC
E as oportunidades devem aparecer já em 2016. O empresário de Ketlen, Samir Nadaf, revelou ao Amazon Sat no mês passado que o Invicta Fighting Championships e um evento internacional manifestaram interesse na Fenômeno, mas que o objetivo era colocá-la em uma franquia de ponta do MMA mundial.
Apenas uma lutadora da Amazônia faz parte do UFC: a paraense Larissa Pacheco, que despontou como uma grande promessa no Jungle Fight. A bola da vez agora é Ketlen, que deve fazer mais uma luta antes de fechar com uma franquia.

Veja mais notícias sobre Esportes.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 31 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/