Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 03 Agosto 2020

Após vazamento de óleo no rio Negro, empresa é multada em R$ 2,5 milhões

Após vazamento de óleo no rio Negro, empresa é multada em R$ 2,5 milhões
O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaammultou nesta quarta-feira (20) empresa J.F de Oliveira Navegações Ltda em R$ 2,5 milhões pelo crime de poluição hídrica, após vazamento de de 1,8 mil litros de óleo no Rio Negro, em Manaus.
Foto:Ricardo Oliveira/Ipaam
O combustível foi derramado após naufrágio de um rebocador da companhia na margem esquerda do rio Negro, na área do porto Ceasa, no bairro Mauazinho, zona Leste, no último dia 27 de agosto.

Imediatamente após o acidente, o Ipaam determinou o embargo da área portuária da empresa. Três comunidades do entorno foram afetadas diretamente pelo vazamento, incluindo áreas de vegetação natural no igarapé do Mauazinho, considerada uma Área de Preservação Permanente (APP).

Além disso, o órgão ambiental também constatou que a mancha de poluição por óleo combustível se estendeu até o ponto turístico do Encontro das Águas, tomado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), fato que originou o Auto de Infração nº 307/18.

O Relatório Técnico de Fiscalização (RTF) nº 570/18 do acidente contem mais de 35 páginas é foi assinado pelos analistas ambientais do Ipaam, Sérgio Martins de D’Oliveira, Danielle Gonçalves Costa e Francisca Rosivana Pereira, confirmando o crime ambiental causado pelo vazamento de óleo da embarcação.

Foto:Ricardo Oliveira/Ipaam

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 04 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection