Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 27 Outubro 2020

Líder da etnia Munduruku ganha Prêmio Robert F. Kennedy de direitos humanos

reproduo-redes-sociais-indigena Reprodução / Redes Sociais

A liderança indígena Alessandra Korap é a ganhadora deste ano do Prêmio Robert F. Kennedy de Direitos Humanos (EUA). Trata-se de um reconhecimento à sua luta em defesa dos direitos indígenas e contra propostas governamentais para legalizar mineração e outras atividades com impactos socioambientais em terras indígenas.

"Como liderança, Alessandra defende os direitos indígenas, principalmente na luta pela demarcação dos territórios indígenas e contra grandes projetos que afetam terras indígenas e territórios tradicionais na região do Tapajós", diz o comunicado do prêmio.

Reprodução / Redes Sociais

É a segunda vez que um brasileiro ganha o prêmio, criado há 37 anos. Em 2001, o advogado Darci Frigo foi homenageado por seu trabalho em favor da reforma agrária. Mas dessa vez, a líder da etnia Munduruku, do Pará foi a grande campeã.

A premiação destina 30 mil dólares aos vencedores e Alessandra Korap afirmou que todos os recursos serão destinados à causa da luta do povo Munduruku. A entrega do prêmio será virtual, numa cerimônia presidida por John Kerry, ex-senador dos Estados Unidos, ex-secretário de Governo e ex-candidato a presidente pelo Partido Democrata.


Confira o depoimento de Alessandra Korap sobre a conquista do prêmio:


Veja mais notícias sobre AmazôniaNotíciasParáVídeos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 27 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/