Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 26 Janeiro 2021

De carteiras digitais a batimentos cardíacos: confira as formas de pagamento do futuro

O mercado de novos meios de pagamento é um dos que mais avança no Brasil e cada vez mais o dinheiro em espécie caminha para a aposentadoria. Tanto empresas quanto consumidores estão interessados na maior rapidez, segurança e conveniência que essas novas formas de pagamento prometem e de carteiras digitais até batimentos cardíacos, o futuro do setor não poderia ser mais promissor.

Carteiras digitais são um dos métodos mais utilizados

Consideradas um avanço natural dos tradicionais cartões de crédito com chip, as diversas carteiras digitais disponíveis são serviços de pagamento online que permitem realizar pagamentos pela internet sem contato, sem dinheiro físico e sem qualquer gasto de papel.

Desde o smartphone, é possível acessar sites e aplicativos que facilitam o dia a dia como a fuga do trânsito de Manaus até conectar pescadores com experiências de pesca esportiva, e com os serviços de pagamento não é diferente.

Autenticação de pagamentos por reconhecimento facial já é realidade e facilita a vida dos consumidores. Foto: Reprodução/Pexels License

Existem vários aplicativos de carteiras digitais que permitem aos usuários transferir dinheiro, comprar produtos, pagar contas e concluir praticamente qualquer outro tipo de transação financeira apenas com o uso de uma conta registrada com senha e atrelada a um cartão de crédito ou débito.

Um dos grandes motivos para a sua adesão foi o crescimento das lojas de aplicativos online como Google Play e Apple Store, que permitem que os usuários adquiram todo tipo de aplicativos de jogos filmes e bens digitais de maneira geral de uma forma simples e segura.

Para se ter uma ideia da importância dessas carteiras no sistema financeiro atual, basta mencionar que, de acordo com o Statistic Brain, mais de um terço dos usuários de dispositivos móveis em todo o mundo já usaram o Google Pay pelo menos uma vez.

Além de adquirir diversos bens digitais, uma das principais formas pelas quais os usuários têm utilizado esse tipo de carteira digital são depósitos para sites de apostas esportivas como o da Betway.

O site conta com uma integração com a carteira digital EcoPayz, que permite que os usuários realizem suas transações de forma segura e confiável e fornece uma camada adicional de segurança além do simples uso de cartões de crédito.

Outras carteiras digitais que têm conquistado o público e têm sido cada vez mais utilizadas são Samsung Pay, PayPal, Mercado Pago, PagSeguro e Pic Pay e considerando as vantagens que elas proporcionam, o número de carteiras só deve aumentar no futuro.


Futuro deve contar com reconhecimento de íris e até mesmo batimentos cardíacos para autenticação de transações. Foto: Reprodução/Pexels License

Dados biométricos cada vez mais sutis são o próximo passo no setor de pagamentos

A autenticação biométrica é uma forma de verificação que, no lugar das senhas, usa leitores de impressão digital, reconhecimento facial, reconhecimento de íris, análise de batimentos cardíacos e mapeamento de veias, dentre outras características físicas ou comportamentais, para aumentar a segurança de transações financeiras e impedir fraudes.

A utilização de dados biométrico comuns já é realidade e atualmente muitas carteiras digitais como Apple Pay, PayPal e Google Pay já usam as ferramentas de impressão digital ou reconhecimento facial dos smartphones mais modernos para confirmar dados e transações.

Segundo um estudo realizado pela Visa com portadores de cartões nos Estados Unidos e na América Latina, o reconhecimento por impressão digital já tinha sido usado por 88% dos brasileiros, e com a tecnologia é possível comprar com ainda mais segurança em qualquer tipo de evento de comércio digital.

Por exemplo, na edição de 2020 do tradicional "Dia dos Solteiros" da China, um dos maiores eventos de compras online do mundo, mais de 60% das transações foram realizadas e confirmadas através do uso desse tipo de dado biométrico.

Os dados em relação à tecnologia são muito promissores e a expectativa de empresas do segmento é de que a partir de 2021 ocorram mais de 18 bilhões de transações biométricas por ano em todo o planeta.

Além de integração com carteiras digitais, os dados biométricos também devem chegar aos próprios cartões de crédito e operadoras como Visa e MasterCard já estão desenvolvendo cartões de crédito biométrico que substituirão a senha e permitirão aos usuários autenticar uma transação tocando em um sensor no próprio cartão que pode determinar se a impressão digital é compatível.

Entretanto, selfies e impressões digitais são apenas o começo e diversas opções adicionais interessantes já estão em desenvolvimento.

A já mencionada MasterCard está desenvolvendo uma solução para pagamento baseada em batimentos cardíacos desde 2016 e outras empresas, como a Samsung, cada vez mais tem aprimorado suas tecnologias de leitura de íris, que prometem ser ainda mais seguras do que o reconhecimento facial.

Promessa para o futuro

Além dos métodos mencionados acima, outras novas formas de pagamento como comando por voz e pagamentos "contactless" por leitura de chips também estão sendo desenvolvidos e os investimentos em tecnologias, como o incentivo de 60 milhões em startups inovadoras da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Faperp), só devem acelerar o surgimento dessas ferramentas.

Os grandes vencedores são as empresas e os consumidores, já que a integração de todas essas tecnologias facilitará cada vez mais a vida de ambos e proporcionará um ambiente de negócios cada vez mais rápido, saudável e tecnológico. 

Veja mais notícias sobre Inovação e Tecnologia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 26 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/