Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 19 Janeiro 2021

Alunos do IFPA no interior desenvolvem aplicativo para mapear casos de Coronavírus no Pará

covid-19-par

Enquanto a pandemia do Coronavírus avança pelo mundo, alguns institutos e universidades seguem trabalhando em prol da sociedade, através da ciência e da pesquisa. O Instituto Federal do Pará (IFPA) também cumpre o seu papel nesse cenário e está desenvolvendo uma série de ferramentas para auxiliar no combate à Covid-19, a mais nova delas é o aplicativo criado no Campus Avançado Vigia (CAV) para mapear casos da doença no Pará.

Aplicativo Alerta Pará. (Foto:Reprodução/IFPA)


Desenvolvido pelo grupo de pesquisa Labótica, atualmente coordenado pelo professor Wilson Rogério Silva, o aplicativo mapeia e apresenta, de forma interativa, os locais com casos confirmados no estado. O objetivo é difundir formas de higienização e isolamento, regiões com maiores riscos de contaminação, quantitativo de infectados e óbitos, visto que são informações importantes para tomadas de decisões e conscientização da sociedade. O aplicativo também usa Inteligência Artificial para prever novos casos.

"O uso de mapas para compreender epidemias já é usado há muito tempo. John Snow, usou mapas em 1854 para identificar um surto de cólera em Londres, na Inglaterra. Por esse trabalho, ele foi reconhecido como pai da epidemiologia. O que fizemos em nossa proposta foi adaptar tecnologias: mapas, smartphones, Inteligência Artificial e disponibilizar em uma plataforma de fácil acesso a população", explica Rogério Silva.

O aplicativo foi inspirado no Projeto Integrador do Curso Técnico em Informática, que havia desenvolvido um app para mapear os focos de dengue no município de Vigia. A estrutura dessa ferramenta foi utilizada para dar origem ao novo aplicativo, somando-se a isso os dados oficiais da Secretaria de Saúde do Estado. Dessa forma, o projeto foi remodelado para mapear os casos confirmados de Coronavírus no estado e, assim, realizar previsões usando Inteligência Artificial.

Esse trabalho está sendo desenvolvido em conjunto com o professor Diego Smith e o mestrando Joab Torres Alencar do Campus Castanhal e com o professor Renato Hidaka Torres, da Universidade Federal do Pará (UFPA). A ação reforça como institutos e universidades usam o conhecimento produzido para o desenvolvimento de soluções para a comunidade.


"No processo de ensino aprendizado, se faz necessário investigar problemas reais no nosso cotidiano. Dessa forma, como parte das disciplinas do curso técnico subsequente de informática do CAV, os alunos desenvolvem projetos para solucionar tais problemas", conta Rogério Silva.

Com o uso do aplicativo, a população pode ter acesso a informações fundamentais no combate à pandemia, munidos desses dados, é possível reforçar os cuidados que o período exige. Para o coordenador do Projeto, ter acesso simplificado à informação faz toda a diferença para o combate da pandemia.


"A ciência tem papel fundamental no desenvolvimento da humanidade, desenvolvendo pesquisas, testando novos medicamentos e ferramentas de combate a pandemia. O IFPA tem papel social muito importante, pois possibilita o acesso à educação a milhares de estudantes, apoia pesquisas de ponta e provem a extensão a comunidades na qual está inserido", destaca.


A versão Web do App pode ser acessada em https://alertapara.net.br.

Veja mais notícias sobre Inovação e TecnologiaEducaçãoPará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 19 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/