Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 06 Março 2021

Grupo de Pesquisa da Uepa oferta 100 vagas para curso sobre Direitos Humanos

Ainda no século XXI veem-se posicionamentos e movimentos retrógrados em face à implementação dos Direitos Humanos na América Latina, infiltrados nas falas dos mais variados indivíduos. Contudo, como compreendê-los e por que encontram ressonância? Identificando tal fenômeno, o Grupo de Estudos e Pesquisa em Filosofia Moderna e Contemporânea (Cogitans), do Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Universidade do Estado do Pará (Uepa), ofertará gratuitamente o Curso de Aperfeiçoamento em Ética, Política e Direitos Humanos no Brasil e na América Latina.

Com período de inscrição de 22 de fevereiro a 13 de março, as 100 vagas ofertadas são direcionadas a professores e egressos e concluintes do último semestre do curso de Licenciatura Plena em Filosofia da Uepa ou de outras Instituições Públicas de Ensino Superior, que tenham cursado Filosofia e/ou tenham outras formações em áreas fins.

As propostas que deram origem ao curso são a atualização do debate sobre os Direitos Humanos no campo da Filosofia Prática e, por meio da filosofia contemporânea e demais áreas das Ciências Humanas e Sociais, abertura de um diálogo teórico, epistemológico e crítico.

O curso será realizado em parceria com Universidade Aberta do Brasil (UAB), em plataforma digital, e terá aulas às sextas-feiras (tarde e noite) e sábados (manhã e tarde). O calendário de atividades ainda será divulgado.

Foto: Divulgação / UEPA

 Edital e documentos - Os candidatos devem estar de acordo com o edital e enviar para o e-mail [email protected] a carta de apresentação e os seguintes documentos: RG; CPF; Diploma de Bacharelado ou Licenciatura em Filosofia ou áreas afins; Currículo Lattes atualizado e comprovado; e Proposta de Resumo do Artigo a ser defendido ao final do Curso.

O professor e coordenador do curso de Filosofia da Uepa, Wladirson Cardoso, pontuou que se considerarão questões tanto do cenário internacional quanto locais. 

"Vamos trazer tanto questões que são discutidas nas cortes internacionais quanto as mais imediatas ligadas aos movimentos sociais e a questão do combate ao racismo, ao feminicídio, aos preconceitos contra as populações LGBTQIA+ e demais formas de discriminação", afirmou Cardoso, que juntamente ao professor Jerônimo Cavalcante Dantas, está à frente do projeto. E prosseguiu: "O recorte na América Latina e no Brasil demonstra a necessidade de atualizarmos o pensamento filosófico principalmente dentro do campo dos direitos humanos e das teorias da justiça em vista das necessidades nacionais, regionais e locais".

Cardoso afirmou ainda que se buscará e haverá a valorização da renovação de saberes, interdisciplinaridade e ampliação de conhecimentos durante esta formação para o desenvolvimento de um olhar crítico mais rigoroso. "Esse curso de aperfeiçoamento tem recorte interdisciplinar por conta da necessidade atual dos processos de ensino e aprendizagem que visa relacionar os campos de conhecimento para uma garantia de ampliação de visão de mundo em relação à realidade", explicou.

Veja mais notícias sobre EducaçãoPará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 06 Março 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/