Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 11 Abril 2021

Em meio à pandemia, Enem tem mais de 60% de abstenção no Amazonas

A aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Amazonas, adiada devido ao agravamento da pandemia da Covid-19 no estado, registrou altas taxas de ausência nos dois dias de provas. Na terça-feira (23), o índice chegou a 67,5% e, na quarta-feira (24), foram 68,1% os ausentes. Os dados foram divulgados na noite da quarta-feira (24) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

No total, o Enem tinha 163 mil estudantes inscritos no Amazonas. No primeiro dia, 53.132 inscritos realizaram a prova e, no segundo dia, o número caiu para 52.085 estudantes presentes. Em 2019, a aplicação do Enem no Amazonas registrou taxa de abstenção de 36,5%, a maior do país.

As provas do Enem também não foram realizadas pelos 753 inscritos no município de Boca do Acre, que sente os efeitos das cheias dos rios Purus e Acre. Devido à enchente, que alaga diversos pontos da cidade, a prefeitura publicou um decreto suspendendo a realização do exame.

Além do Amazonas, o Enem também foi aplicado pela primeira vez nos municípios de Espigão D'Oeste e Rolim de Moura, em Rondônia. Na mesma data, o Inep realizou a reaplicação do exame para estudantes de todo o país e a aplicação do Enem para pessoas privadas de liberdade.

O Inep também informou que os gabaritos das provas objetivas estarão disponíveis na próxima segunda-feira (1º). Os resultados do Enem serão divulgados no dia 29 de março.

Veja mais notícias sobre AmazonasCidadesEducaçãoNotícias.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 11 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/