Manaus 30º • Nublado
Terça, 23 Abril 2024

Crianças e adolescentes aprendem sobre preservação da Amazônia a partir do conhecimento sobre animais

WhatsApp_Image_2024-03-14_at_14.00.10_1
Foto: Divulgação/Projeto 'Planeta Animalia'

Pesquisar, trocar informações, aprender e ensinar sobre os animais para assim conseguir preservá-los. É a partir dessa ideia que foi criado o projeto 'Planeta Animalia: Conhecendo e aprendendo sobre os animais', uma iniciativa da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), campus Capanema. O objetivo principal é proporcionar que crianças e adolescentes do ensino básico do município de Capanema e região do entorno, no Pará, possam ter um contato maior com questões que envolvem a educação ambiental, biodiversidade e preservação.

Entre as atividades desenvolvidas pelo grupo estão: 

- visitas guiadas de estudantes do ensino fundamental e médio na Ufra Capanema;
- treinamento e formação de profissionais e professores, preparação de material didático sobre Zoologia;
- materiais de divulgação científica;
- ações de educação ambiental;
- cursos, eventos, consultoria ambiental e em serviços relacionados aos animais.

"A principal atividade hoje, que estamos trabalhando mais, é a visita das escolas ao campus. Surgiu com uma demanda das escolas em Capanema devido o município não ter parques e museus onde as crianças possam fazer as atividades",

explica o professor Ivan Martins, coordenador do grupo Planeta Animalia.
Foto: Divulgação/Projeto 'Planeta Animalia'

Durante a visita, os estudantes podem observar animais em ambiente natural e no laboratório, aprender sobre as características e importância das espécies, esclarecer dúvidas e aprender sobre como contribuir para a preservação da biodiversidade. 

"No laboratório de biodiversidade nós mostramos os animais que utilizamos durante as aulas e alguns insetos que criamos vivos. Fazemos atividades no campo com educação ambiental, observação de aves, observação de abelhas, borboletas e realizamos todo um trabalho com as crianças e adolescentes", diz o coordenador.

De 2023 até o o primeiro bimestre de 2024 o projeto recebeu mais de 450 estudantes. O professor espera que até o final de 2024, mais de 1000 estudantes tenham visitado o local.

Foto: Divulgação/Projeto 'Planeta Animalia'

Sempre importante lembrar de acordo com a Lei Federal 9.605/98, maus tratos aos animais é considerado crime, sob pena de detenção para aqueles que praticarem. O artigo 32 da lei classifica como crime ambiental "praticar abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos, nativos ou exóticos".

Diretores e coordenadores de escolas que tenhas interesse em participar do projeto, podem entrar em contato a partir do e-mail .

Veja mais notícias sobre EducaçãoPará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 23 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/