Manaus 30º • Nublado
Terça, 05 Março 2024

Produtores em Manoel Urbano, no Acre, exportam banana para outros estados

Produtores em Manoel Urbano, no Acre, exportam banana para outros estados
Foto: Divulgação/Secom-AC
Lázaro Araújo produz aproximadamente 15 toneladas de banana por ano. Ele é um dos produtores rurais que têm propriedade no assentamento Liberdade, localizado na BR-364, Km-248, em Manoel Urbano. Dos 46 hectares de terra que possui, 17 são para o cultivo da fruta. Praticamente toda a produção é exportada para outros estados.
O empresário Edson Carlos, morador de Cuiabá (MT), veio ao Acre para encomendar o produto, uma vez que a produção da banana, em seu estado de origem, devido à seca neste período, enfraquece. “Uma fruta boa e doce. O Acre é referência. A gente conhece há bastante tempo já”, afirmou.
Técnicos promovem orientação aos produtores
Para conter esse tipo de situação, o governo do Estado, por meio das secretarias de Estado de Agricultura e Pecuária (Seap) e de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), realizou na quinta-feira, 15, um dia de campo com produtores no Liberdade.
Agora, com a orientação certa, Lázaro vive uma nova história. “Com a vinda dos técnicos em nossa propriedade a produção aumentou. A banana está mais bonita, e é disso que a gente precisa”, disse o produtor.
Além de técnicos, pesquisadores, analistas em tecnologias e engenheiros agrônomos mostraram aos 46 produtores que estiveram presentes novas formas de cultivo e combate às pragas.
“O projeto desenvolveu e aplicou novas tecnologias, especificamente, para a cultura da banana e na solução de problemas relacionados às doenças que são grandes impedimentos para à produtividade no Acre”, explicou a pesquisadora da Embrapa no Acre, Sônia Regina Nogueira.
De pai para filho
Os bons resultados com a produção do pai se tornaram referência para o filho do produtor, que teve oportunidades de seguir outros caminhos, mas escolheu ser agricultor também.
Lázaro Júnior, de 18 anos, possui uma área de 100 hectares de terra e já cultiva algumas plantações. Só destinados à banana, são mais de 10 mil pés plantados. “Vou continuar os caminhos de meu pai. Vou continuar na produção, estou aqui trabalhando com meu pai vivendo a vida e sendo feliz”, disse.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 05 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/