Manaus 30º • Nublado
Terça, 23 Abril 2024

Conselho da Zona Franca de Manaus aprova 33 projetos com geração de 1.084 empregos para a região amazônica

Na semana em que a Zona Fraca de Manaus (ZFM) completa 57 anos, a 313ª reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS) aprovou, nesta sexta-feira (1), 33 projetos industriais e de serviços. No total, as iniciativas somam um investimento de R$ 1,2 bilhão, com previsão de geração de 1.084 empregos e faturamento de R$ 6,4 bilhões.

Somando todos os projetos aprovados desde o início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, as seis reuniões do CAS resultaram em 211 projetos para a Suframa, com previsão de 6.260 novos postos de trabalho e faturamento estimado em R$ 32,4 bilhões.

Na abertura desta primeira reunião do CAS em 2024, o presidente em exercício e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin, ressaltou a importância dos projetos para a região. "É sempre uma reunião de grande significado, porque são novos investimentos que vão gerar emprego, gerar renda, gerar desenvolvimento para o estado e para o país (...) A gente fica muito feliz de ver o crescimento do polo industrial", disse.

Na ocasião, o presidente em exercício também comentou os avanços na economia do Brasil, como o crescimento de 2,9% do PIB, em 2023, divulgado nesta sexta-feira pelo IBGE. "O PIB subiu, a bolsa, o emprego subiu. O risco Brasil caiu, o dólar caiu, a inflação caiu. Então acho que o cenário é um cenário positivo. (...) Isso não deve nos levar a nos acomodar. Pelo contrário, nós precisamos é de trabalhar mais ainda pra atrair investimento e melhorar a produtividade", avaliou Alckmin.

Foto : Cadu Gomes/VPR

Projetos aprovados

Entre os projetos avaliados e aprovados pelo CAS estão os de produção de motocicleta elétrica, bicicleta elétrica, televisor em cores com tela de cristal líquido, monitor de vídeo com tela de luminescência orgânica (Oled) para uso em informática e microcomputador portátil.

O maior volume de investimentos projetados é do setor de eletroeletrônicos, incluindo bens de informática. Juntos, os oito projetos representam R$ 695 milhões de investimentos projetados, sendo R$ 232 milhões em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) na região da Amazônia Ocidental e Estado do Amapá, e geração de 265 postos de trabalho.

Participaram da reunião o superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, o ministro de Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequena Porte, Márcio França, além de autoridades, parlamentares, representantes de entidades de classe e governantes da área de atuação da Autarquia.

57 anos da Zona Franca de Manaus

Em 28 de fevereiro de 1967, o governo brasileiro publicava o Decreto Lei nº 288, criando a Suframa e reformulando as bases do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), inicialmente concebida como Porto Livre.

O Polo Industrial de Manaus (PIM) a conta com aproximadamente 500 empresas, concentradas na área delimitada pela legislação (Manaus e seus arredores), com produtos, em sua maioria, de bens de consumo que abastecem o mercado brasileiro. É responsável por uma média de 112,5 mil empregos diretos, além da geração de empregos em outros Estados do Brasil, seja na venda dos bens finais ou ainda na comercialização de insumos para a produção industrial.

Veja mais notícias sobre AmazôniaEconomia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 23 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/