Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 18 Abril 2021

Conheça os famosos bombons do Pará e aprenda como fazer

O Pará é conhecido por ter uma das melhores gastronomias do Brasil. e, por ser coberto pela floresta Amazônica, a diversidade da região leva aos pratos dos paraenses sabores ricos e únicos. O estado também é um dos maiores produtores de frutas da Amazônia. Há quem diga que o turista que vai para o Norte do Brasil sempre volta com a bagagem cheia de lembranças e produtos com sabores peculiares da região.

Além da gastronomia diferenciada, exótica e saborosa, o estado também se tornou conhecido por seus doces, geralmente produzidos com frutas abundantes da Amazônia, como a castanha-do-pará, muruci, bacuri, cupuaçu, açaí entre outras. 

Os bombons de chocolate recheados com doces de frutas tipicamente paraenses ou com castanha-do-pará são um dos souvenires mais procurados pelos turistas e pelos paraenses que viajam para fora do estado. 

Foto: Arquivo Pessoal

Com um sabor incomparável, essas delícias podem ser encontradas em quaisquer pontos turísticos do estado e é comum encontrá-las em potes com papéis coloridos que diferenciam os sabores em cada cor. Há combinações exóticas como tucumã, uxi e jambu ou as tradicionais cupuaçu, graviola e bacuri, açaí com tapioca, castanha-do-pará, taperebá e coco. Produzidos de forma artesanal, todas essas delícias acabam se tornando o ganha pão de muitas famílias paraenses, como é o caso da Aline Pacheco, de 35 anos, que há 7 anos vive no mundo dos doces e decidiu criar o Atelier de Doces Gran Belém.

"Comecei fazendo um curso de bombons regionais. Após ele, passei um mês fazendo cursos na área de confeitaria. Depois dos cursos comecei fazendo doces e bombons para festas de amigos e familiares. E após 6 meses entrei no mercado de eventos em Belém".

A doceira trabalha com as quatro linhas de doces: Bombons do Pará tradicional, Finos, tradicionais e gourmet e com eles já alcançaram algumas premiações.

"Já saímos em duas revistas. Em 2018, ganhei o prêmio de mulher Padrão Pelo Conselho de Eventos do Estado do Pará. Sai na receita 3x4 magazine como destaque em doces regionais. E no final de 2018 fui premiada pela revista negócios e destaques, com votação pelo público como melhor doceira. Em 2019 novamente fui destaque na revista negócios e destaques", contou emocionada.


Segundo Aline, o nome de sua marca é bastante conhecido dentro e fora da capital. Mas que queria trazer uma referência com a cidade de Belém na hora de montar seu negocio.

"Muitas pessoas que vêm conhecer nossa cidade nos procuram. Já fizemos um casamento em Brasília por conta do brigadeiro de pupunha. Lá os convidados acharam um sabor exótico. Os nossos brigadeiros regionais são os mais procurados. Principalmente por noivos que vão receber convidados de fora. E todos tem uma excelente aceitação. Principalmente os sabores: Pupunha e açaí com farinha de tapioca".

Crescimento na Pandemia

A pandemia do novo coronavírus deixou o mercado de trabalho um pouco escasso e muitas pequenas empresas tiveram que ser fechadas. Mas esse não foi o caso da Larissa Oliveira, de 29 anos, que teve aumento nas encomendas e decidiu convidar sua mãe para ser sócia.

"A ideia de criar veio antes da pandemia.  A empresa nasceu no dia 26 de janeiro de 2020 e surgiu através do amor da minha mãe, que começou a fazer eu fui vendo, gostei bastante e acabamos virando sócias. A pandemia não chegou a nos atrapalhar, ao contrário, ela chegou e as vendas cresceram bastante, e começamos a trabalhar com Delivery", contou.

Foto: Arquivo Pessoal

Mesmo com pouco tempo no mercado, Larissa diz que a procura é bem grande principalmente por pessoas que vão viajar para outro estado para rever seus parentes.

"Eles sempre levam o gostinho do Pará na mala através dos nossos deliciosos Bombons. Ficamos super felizes com isso. Meus clientes são maravilhosos, eles sempre elogiam bastante nossos produtos nossas embalagens, tudo é feito com muito amor e carinho para eles", disse.

Foto: Arquivo Pessoal

A doceira conta que os mais vendidos são os sabores de castanha e Cupuaçu misturado com chocolate.

"Todos ficam muitos saborosos e acaba fazendo com que ganhemos muito mais clientes em todos os lugares", ponderou. 

Aprenda como fazer os doce no passo-a-passo

Você que ficou com água na boca e que deseja aprender a fazer os Bombons do Pará, aqui está a receita original. Você pode comprar polpas de cupuaçú, açaí, bacuri, entre outros em qualquer supermercado. 

1 kg de polpa de cupuaçú
1 kg de açúcar

Leve ao fogo mexendo até que desprenda da panela. Se quiser um tom mais avermelhado, acrescente um pouco mais de açúcar antes de levar ao fogo. Reserve.

Doce de gemas:
1 lata de leite condensado
1 gema

Leve ao fogo sempre mexendo até desprender do fundo da panela. Ponto de brigadeiro. Reserve.

Modo para preparar:
Primeiro você vai pegar uma pequena porção de doce de gemas, passe no açucar e abra na palma da mão. Depois coloque  um pouco de doce da polpa, de formas que dê para fechar, formando uma bola do tamanho de brigadeiro.  Em seguida, passe no açúcar e deixe secar por 24 horas.

No dia seguinte,  derreta o chocolate ao leite hidrogenado, próprio para bombons caseiros. Banhe as bolinhas feitas no dia anterior e deixe secar por mais 24 horas. Se preferir, faça os bombons em formas próprias, seguindo a mesma técnica que se usa para fazer ovos de páscoa.

Do mesmo jeito, você pode o bombom de castanha do Pará. e das demais frutas, sem muito mistério!

Veja mais notícias sobre GastronomiaNotíciasPará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 18 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/