Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 26 Novembro 2020

Amazonas prorroga por mais 30 dias decreto que mantém bares e balneários fechados; segundo Wilson não há 2ª onda de Covid-19

Captura-de-Tela-2020-10-27-as-11.44.39
Em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (27), o governador do Amazonas Wilson Lima anunciou a prorrogação por mais 30 dias do decreto que fecha bares e balneários em Manaus. A medida que vale desde o dia 25 de setembro mantém a proibição de funcionamento também em casas de show, flutuantes e praias. Restaurantes e lojas de conveniência continuam operando até as 22h.
Governador do Amazonas Wilson Lima. (Foto:Reprodução/Redes Sociais)

Segundo o governador, mesmo com aumento no número de casos, o Estado não tem indicativo de 2ª onda da doença e que não há necessidade de lockdown.


"Nós não temos indicativo de segunda onda, mas há algumas situações que tem nos deixado em estado de alerta", disse o governador.


Entre as outras medidas anunciadas pelo governador para o combate da doença, está um plano de ampliação da rede hospitalar em Manaus, com a disponibilização de mais UTI's, ampliação de leitos clínicos, mudança no feriado do dia do servidor, a fim de reduzir aglomerações e a não abertura dos cemitérios no dia de finados.


No interior, Wilson ressalta que o aumento no número de casos, se deve a aglomeração feitas por candidaturas políticas. "Os eventos políticos, convenções, reuniões e caminhadas fizeram com que os casos aumentassem no interior, além do período chuvoso que favorece os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave", disse.


Covid-19


Segundo Boletim Epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), divulgado nesta segunda-feira (26) foram registrados 344 novos casos de Covid-19 e o total de infectados subiu para 157.668. O número de mortes chegou a 4.460, com mais 14 óbitos contabilizados - 5 ocorridos nas últimas 24 horas e 9 confirmados após investigação.  Outras 18.749 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, o que corresponde a 11,89% dos casos confirmados ativos.

Dos casos confirmados, há 359 pacientes internados, desses, 252 estão em leitos clínicos (51 na rede privada e 201 na rede pública), 96 em UTI (52 na rede privada e 44 na rede pública) e 11 em sala vermelha na rede pública, que é a estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves.

Veja mais notícias sobre AmazonasCidadesNotíciasSaúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/