Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 18 Abril 2021

Problemas no sistema da Caixa Econômica adiam pagamento de beneficiários do ‘Auxílio Manauara’

A Caixa Econômica Federal (CEF) comunicou à Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), na manhã desta sexta-feira (12), a impossibilidade de efetuar o pagamento a 7.530 beneficiários do "Auxílio Manauara" que não possuem conta no operador bancário e deveriam receber o benefício nessa data. Agora, a nova data de pagamento é a próxima terça-feira (16).

Conforme o e-mail enviado pela Caixa Econômica, um problema técnico no sistema da operadora provocou falha no processamento do arquivo com os dados dos beneficiários, impedindo que as contas fossem abertas. Ainda de acordo com o documento, o problema já foi solucionado e as novas contas já estão sendo processadas, sendo o trabalho concluído até a próxima segunda-feira (15).

Foto: Marcelo Casal Jr / Agência Brasil

"Estamos fazendo os pagamentos dos beneficiários do Auxílio Manauara que já tinham o "Caixa Tem" desde o dia 5 de março, de forma escalonada, seguindo o mês de nascimento. Das 40 mil famílias beneficiadas, apenas 7.530 não tinham conta, e a Caixa Econômica precisou abrir as contas digitais. Recebemos o comunicado e eles afirmaram que o problema já foi resolvido, garantindo o pagamento na próxima terça-feira", afirmou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.

Próximos pagamentos

Seguindo o cronograma, a segunda parcela do "Auxílio Manauara" será paga nas seguintes datas:

24/03 (quarta-feira) – janeiro e fevereiro

25/03 (quinta-feira) – março e abril

26/03 (sexta-feira) – maio e junho

29/03 (segunda-feira) – julho e agosto

30/03 (terça-feira) – setembro e outubro

31/03 (quarta-feira) – novembro e dezembro

As datas de pagamento das próximas parcelas do "Auxílio Manauara" poderão ser consultadas em https://auxilio.manaus.am.gov.br/ e também no aplicativo do programa.

Sobre o "Auxílio Manauara"

O programa "Auxílio Manauara", criado na gestão do prefeito David Almeida, está beneficiando 40 mil famílias com transferência de renda no valor de R$ 200 por seis meses, prorrogável por mais seis meses, caso permaneça a situação de pandemia.

É destinado a dois públicos: famílias beneficiárias do programa Bolsa Família, com crianças até 36 meses de idade e se for família unipessoal, idoso acima de 60 anos; e trabalhador informal, a partir dos 18 anos, com crianças até 36 meses de idade ou família unipessoal. Em ambos os casos, a família deve ter renda mensal de até R$ 178 por pessoa. 

Veja mais notícias sobre CidadaniaAmazonasCidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 18 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/