O retorno da Expofeira de Macapá: um sucesso de mais de meio bilhão de reais

Não há dúvida de que esse substancial volume de negócios não apenas estimula o crescimento econômico da região, mas também fortalece os laços comerciais entre empresas locais e nacionais, resultando em ganhos a longo prazo para a economia do Amapá.

Foto: Olímpio Guarany/Acervo pessoal

A Expofeira de Macapá fez um glorioso retorno em 2023, marcando uma virada triunfante. O evento que não ocorria desde 2015 alcançou resultados impressionantes e reafirmou sua importância como impulsionador da economia do estado do Amapá.

Dados fornecidos pelo governo do estado revelam que, com um investimento combinado de aproximadamente R$ 40 milhões, provenientes de fontes públicas e privadas, a 52ª edição da Expofeira fez história com um volume de negócios que superou todas as expectativas. Celebrado pelo governador Clécio Luis e pelo seu vice Teles Jr que apresentaram o balanço do evento, hoje, 20, este notável impacto econômico foi proporcionado por um volume de negócios que ultrapassou os R$ 85 milhões durante os 10 dias. O evento conseguiu gerar um fechamento imediato de aproximadamente R$ 300 milhões em negócios adicionais nos dias que se seguiram à feira. Isso significa um total de mais de R$ 500 milhões em negócios produzidos antes, durante e após a Expofeira.

Não há dúvida de que esse substancial volume de negócios não apenas estimula o crescimento econômico da região, mas também fortalece os laços comerciais entre empresas locais e nacionais, resultando em ganhos a longo prazo para a economia do Amapá.

A Expofeira foi tão diversa que reuniu o melhor da produção agropecuária da região; os artistas locais e nacionais trouxeram entretenimento de alta qualidade para o público, proporcionando momentos memoráveis durante a feira; apresentou os mais 900 produtos oriundos da bioeconomia todos com o selo Amapá, um programa do governo do estado que certifica os produtos oriundos da floresta. 

Os eventos esportivos como corridas e competições de rodeio, empolgaram os entusiastas da adrenalina. Outro diferencial foi a promoção de conhecimento com uma série de palestras e workshops, abordando temas de interesse agrícola, pecuário e empresarial.

Além do impacto econômico impressionante, a Expofeira de Macapá também teve um profundo efeito positivo na sociedade local. Durante o evento, centenas de postos de trabalho temporários foram criados, oferecendo oportunidades de geração de renda para a comunidade local, cujo o volume é inestimável.

Atrevo-me a dizer que a 52ª Expofeira de Macapá foi uma celebração de empreendedorismo e cultura, oferecendo uma ampla variedade de atividades para os visitantes. Desde exposições de produtos agrícolas e pecuários até shows musicais, e palestras educacionais. Na avaliação final a conclusão é de que o evento agradou a todos os gostos e idades.

Eu diria que foi um retorno triunfante e resplandecente após anos de ausência. Seu impacto econômico excepcional, a variedade de atividades oferecidas e o impacto social positivo reafirmam a importância desses eventos para a economia e a comunidade local. Os números impressionantes falam por si, destacando a Expofeira como um catalisador vital para o desenvolvimento do Amapá. Com um sucesso tão notável, a expectativa é que a Expofeira de Macapá continue a prosperar e a contribuir significativamente para o crescimento do estado do Amapá, nos anos vindouros.

Sobre o articulista

Olimpio Guarany é jornalista, documentarista e professor universitário. Cruzou a Amazônia de lesta a oeste, navegando pelo rio Amazonas até op rio Napo (Peru) e chegou ao pé da cordilheira dos Andes, no Equador (2020-2022).

Acompanhe nossa Expedição pelas redes sociais:

YouTube.com/oguarany

Instagram: @guaranysailing

@olimpioguarany

Facebook: guarany tv 

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Manaus receberá Painel do “Amazônia que Eu Quero” no Auditório do SEBRAE/AM

Nesta quarta-feira (12), o painel do programa "Amazônia que Eu Quero" que tem como tema a "Bioeconomia: soluções inovadoras...

Leia também

Publicidade