Após pico de 17,89 m, rio mantém tendência de descida na capital do Acre

Monitoramento do Serviço Geológico do Brasil (SGB) indica que o nível caiu e atingiu a marca de 16,96 metros na tarde de sexta em Rio Branco.

Foto: Divulgação/Secom AC

O Rio Acre recuou 70 cm, de quinta (7) para sexta-feira (8), e ficou na marca de 16,96 m, às 12h45, em Rio Branco (AC). É o que indica o 32º Boletim de Alerta Hidrológico da Bacia do Rio Acre , divulgado às 16 h (horário de Brasília), pelo Serviço Geológico do Brasil (SGB). Apesar da redução, ainda está acima da cota de inundação, que é de 14 m.

Segundo as projeções, a tendência é que o nível continue a recuar nas próximas horas, e o retorno à faixa de normalidade pode ocorrer na próxima semana, explica o coordenador do Sistema de Alerta Hidrológico do SGB, Artur Matos. No entanto, ele observa que o comportamento do rio depende das chuvas na região.

Na quarta-feira (6), Rio Branco atingiu a segunda maior marca histórica, de 17,89 m, atrás do recorde, de 18,53 m, registrado em 2015. No dia anterior, terça-feira (5), o rio havia alcançado 17,86 m e começou a declinar, mas, devido às chuvas localizadas, houve elevação.

Esse registro confirma as previsões do SGB. Na semana passada, durante uma reunião promovida pela Secretaria de Meio Ambiente do Acre (SEMA), o pesquisador Marcus Suassuna alertou que o ápice da cheia, neste ano, poderia ocorrer entre os dias 5 e 6 de março.

As outras estações da Bacia do Rio Branco, monitoradas pelo SGB, também registram descidas e já estão na faixa de normalidade. Em Assis Brasil (AC), o nível está na marca de 4,22 m; em Brasiléia (AC), de 5,46 m; e em Xapuri (AC), de 8 m.

Cheia histórica

Diante das chuvas intensas, esses municípios registraram máximas históricas. Assis Brasil chegou à máxima de 13,31 m atrás apenas do nível de 14,03 m, em 2012. Brasiléia (AC) atingiu o maior nível da história: 15,62 m no dia 28 de fevereiro. A cidade de Xapuri (AC) registrou 16,43 m no dia 29 a segunda máxima histórica, atrás do recorde de 2015, quando o Rio Acre alcançou 18,24 m na cidade. 

Boletim de Alerta Hidrológico

O SGB realiza a emissão de Boletins de Alerta Hidrológico, com dados que auxiliam defesas civis e órgãos municipais nas atividades de prevenção e apoio às populações afetadas por inundações. As informações geradas a partir da operação do Sistema de Alerta Hidrológico (SAH) apresentam previsões para as estações de Brasiléia, Xapuri e Rio Branco, possibilitando antecipar o cenário nessas cidades.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Portal Amazônia responde: qual a função de uma ‘área de preservação permanente’?

As APP são consideradas um instrumento essencial à política de preservação ambiental.

Leia também

Publicidade