10 pratos típicos da cozinha peruana ideais para vegetarianos

Em todas as regiões do Peru existem ensopados típicos que são isentos de todo o tipo de carne.

A gastronomia peruana, baseada na grande diversidade de insumos, oferece muitas opções para todos os paladares, inclusive para os vegetarianos. Em todas as regiões do Peru existem ensopados típicos isentos de todo o tipo de carne e que aproveitam ao máximo o sabor e o aporte nutritivo dos vegetais que compõem as iguarias. Conheça alguns deles:

Locro

É um dos ensopados emblemáticos da Serra e Costa peruana, cujo ingrediente principal é a abóbora. Seu nome original era rocro, em quíchua (idioma indígena), mas depois foi mudado para locro. A versão básica é um ensopado de abóbora com batata, pimentão amarelo, milho e queijo fresco.

É um prato vegetariano, repleto de cor, sabor e textura, resultante da mistura de ingredientes como a abóbora nas suas versões macre da serra central e loche da costa norte, batata e malagueta amarela, com outros ingredientes introduzidos pelos espanhóis como cebola, queijo e leite. Estes dois últimos insumos podem ser derivados de vegetais como amêndoas, soja ou coco, entre outros.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Solteiro 

Trata-se de uma salada que serve como entrada e integra ingredientes típicos da zona rural de Arequipa, como cebola roxa, azeitonas, favas, milho e queijo. Para preparar este guisado, deve-se cozer as favas e o milho. Depois de cozido, o milho deve ser descascado. 

Pique a cebola, o tomate, o queijo e as azeitonas. Todos os ingredientes são colocados numa tigela e misturados temperando-os com azeite, sal, pimenta e vinagre. Antes de servir, polvilhe salsa picada para decorar.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Tacu tacu 

Um dos guisados regionais cujo sabor se perpetua no paladar é, sem dúvida, o tacu tacu, o embaixador culinário da província Iima de Barranca. Este prato que surgiu da miscigenação é, junto com o ceviche, uma das referências gastronômicas que inspira inovações criativas que acabaram conquistando preferências no Peru e no mundo. Este guisado é preparado com batata, limão, azeite e sal, podendo ser recheado com legumes e maionese para vegetarianos.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Batata à moda de Huancaina 

Este prato, tradicionalmente servido como entrada, também tem como ingrediente principal a pimenta amarela. Ao contrário de outros ensopados onde se adiciona crua, na batata huancaína deve ser moída ou misturada com outros ingredientes como queijo fresco, sal, leite e outros temperos para fazer o molho huancaína com o qual “se banham” as batatas cozidas.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Pirulito de quinoa

A quinoa é o principal ingrediente deste prato emblemático da culinária Ayacuchana. É um superalimento altamente nutritivo. Outros ingredientes desta sopa regional, que fornece 219 calorias, são alho, cebola, orégãos frescos, tomate, óleo vegetal, leite evaporado, queijo fresco, ovo, pimenta-do-reino, sal e favas frescas.

A quinoa é um grão andino ancestral que fornece proteínas, ácidos graxos insaturados e minerais. É um alimento isento de glúten, indicado para celíacos ou pessoas que não podem consumir trigo e seus derivados.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Olluco

Neste prato típico da gastronomia de Arequipa, o olluco e a batata são os ingredientes principais, cultivados desde a antiguidade no Peru. Também contém alho, cebola, tomate, óleo vegetal, leite evaporado, queijo, ovo, pimenta preta, sal, macarrão cru, huacatay. Este ensopado ideal para vegetarianos proporciona fácil digestão e permite que seja consumido por pessoas de todas as idades.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Pepián 

Este ensopado de Trujillo é outro dos guisados que conquistam paladares e é essencialmente preparado com milho doce moído temperado com azeite, cebola roxa picada, malagueta amarela misturada e coentros, legume que confere a este prato principal a sua cor esverdeada. Como outros ensopados de Trujillo, o pepián é servido com uma porção de arroz branco.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Saralawa 

É uma sopa tradicional da região de Cusco, preparada com favas, pimenta amarela, pimenta, milho fresco ou seco e ervas como coentro, salsa e huacatay. Esta sopa cremosa é um dos pratos mais consumidos em todos os lares cusquenhos e é preparada durante todo o ano. 

Na hora de servir, deve estar bem quente e apenas a camada superior da sopa deve ser transferida da panela grande para o prato, sem mexer, para manter a consistência e a presença de todos os ingredientes em cada porção.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Fava capchi 

É outro ensopado tradicional de Cusco, preparado com feijão verde, batata, queijo fresco, ovos, leite e vegetais como hortelã, paico e huacatay. Existe uma versão deste prato típico que inclui cogumelos, portobellos ou outros temperos que lhe conferem um sabor característico.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Teqte

É um ensopado tradicional Ayacuchano feito com favas, pimenta, alho, queijo fresco, algas, ervilhas, leite e ovos. A ervilhas figuram como principal atrativo do prato.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Portal Amazônia responde: qual a função de uma ‘área de preservação permanente’?

As APP são consideradas um instrumento essencial à política de preservação ambiental.

Leia também

Publicidade