Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 05 Março 2021

Com apoio da Emater, produtores de Nova Ipixuna cultivam milho em áreas de pasto

A valorização e a alta dos preços do milho no mercado em 2020, além da necessidade de ter uma cultura que favoreça a recuperação do pasto degradado, levaram alguns produtores familiares rurais de Nova Ipixuna, no sudeste estadual, a procurarem o escritório local da Emater no município em busca de apoio para a produção da cultura.

A demanda resultou na oferta da assistência técnica aos produtores locais, como orientações para o cultivo que vão desde a preparação do solo até a seleção das sementes. A propriedade pertencente à família do produtor rural José Pereira da Silva Almeida, na Vicinal do Encantado, foi uma das beneficiadas.

A família, que já recebeu assistência técnica da Emater para o seu laticínio artesanal, conta agora com orientações para o plantio de dois hectares e meio de milho, junto com a pastagem, e já espera os resultados do investimento.

Foto: Divulgação

"Com a assistência técnica da Emater, estamos fazendo um sistema de pastejo rotacionado e com isso estamos plantando o milho juntamente com o capim, então vamos colher o milho e logo em seguida vai ter pasto formado juntamente com o milho. Com a mesma adubação já tiramos os dois produtos e com isso pretendemos colher a média de quatro toneladas por hectares, o dobro do que as propriedades aqui conseguem produzir. Com isso vamos tirar o gasto da formação do pasto e ainda colher o milho", conta o flho do seu José, Mateus da Silva Almeida.

De acordo com engenheiro agrônomo, Genival Reis, chefe do escritório local da Emater em Nova Ipixuna, o aumento do preço do milho impactou produtores que precisavam do alimento para os seus animais. Foi a necessidade de garantir o alimento para os rebanhos e também o perfil dos produtores locais, que geraram a perspectiva de um aumento da produção que possa atender além dessa necessidade.

"Toda essa região trabalha mais com a questão do gado, se planta muito o pasto e para produzir o milho não se derruba nada. Se usa uma área de pastagem cansada para produzir o milho e ele se dá bem na área e renova o solo e com a saída do milho a produção do milho vai dar um fôlego pra ele economicamente pois além de alimentar os animais, vai poder vender o excedente", disse o coordenador Genival Reis.

A produção da propriedade da família de seu José Almeida será validada e a partir dos resultados obtidos, o cultivo de milho poderá ser incentivado entre mais propriedades de pequenos produtores locais. A expectativa é de que o milho verde seja colhido a partir do dia 15 de Janeiro.

O trabalho do Escritório local da Emater em Nova Ipixuna para os pequenos produtores é realizado em parceria com prefeitura do município, que disponibilizou, recentemente, dois tratores para a limpeza de 75 hectares de áreas de lavoura nas propriedades familiares. 

Veja mais notícias sobre Pará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 05 Março 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/