Manaus 30º • Nublado
Quinta, 22 Fevereiro 2024

Comunidades amazônicas no Peru conservam florestas usando camu camu de forma sustentável

Especialistas do Instituto de Pesquisas da Amazônia Peruana (IIAP), entidade do Ministério do Meio Ambiente (Minam) no Peru, estão aplicando tecnologia agroflorestal nos cultivos de camu camu, com o objetivo de melhorar a produção dessa fruta nativa em regiões como Loreto, Ucayali e Huánuco.

Nesta ação foi comprometida a participação de 349 famílias de 35 comunidades que, juntas, conservam cerca de 580 hectares de florestas.

Dessa forma, tem sido possível aumentar a renda das famílias agricultoras, que hoje utilizam diversas técnicas de poda e adubação orgânica; introdução de novas culturas temporárias; produção de carvão vegetal e a geração de valor acrescentado para esta "superfruta".

Foto: Reprodução/Agência Andina

Como parte deste projeto setorial, os produtores foram formados e receberam sementes e fertilizantes orgânicos. A coordenação com o mercado permitiu a venda de 568,5 toneladas de camu camu fresco em Loreto e Ucayali, gerando um valor total de colheita de S/ 3.619.265, valor na moeda local (novo sol peruano).

Os especialistas do IIAP realizaram workshops e reuniões de informação prévia, reunindo chefes de família e autoridades de cada comunidade e visitaram produtores interessados para observar o estado das fazendas. Posteriormente, foi realizado um trabalho com cada família, orientadas quanto às espécies que seriam plantadas em suas roças. Para isso, receberam mudas e sementes.

O IIAP produziu 30 mil mudas selecionadas de camu camu e 9 mil de espécies madeireiras como capirona (Calycophyllum spruceanum), mogno (Swietenia macrophylla) e huacapú (Minquartia guianensis). Os especialistas estimam que ao final da atual campanha a produção da fruta poderá triplicar em relação ao ano anterior.

Segundo os pesquisadores, a agrossilvicultura é uma alternativa viável ao desmatamento, à erosão e à degradação do solo. Este sistema de produção integra culturas anuais, árvores frutíferas e espécies florestais na mesma área, melhorando a produtividade da terra dentro de um sistema sustentável com resultados bem sucedidos.

Super fruta

O  camu camu (Myrciaria dubia) é uma das frutas originárias do Peru e cresce de forma silvestre próximo aos rios e em terrenos inundáveis típicos da Amazônia, representando o sustento de mais de 6.000 pequenos produtores dessa região. Em Ucayali e Loreto é considerada uma cultura emblemática.

Em tamanho, essa fruta se assemelha a uma uva com cores que podem variar do vermelho ao cereja quando madura. Contém alta concentração de vitamina C, que é 20 vezes maior que a do limão e dez vezes maior que a da laranja.

Veja mais notícias sobre SustentabilidadeAmazônia Internacional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 22 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/