Manaus 30º • Nublado
Quarta, 05 Outubro 2022

'Casona del Salto': o museu colombiano que parece casa mal-assombrada

HoteldelSaltoAbandonado

Localizada no alto de um penhasco, uma imponente construção que parece obra de histórias de terror é constantemente coberta pela névoa de uma cachoeira que cai ali perto. Abandonada por mais de duas décadas, a antiga 'Casona del Salto' foi construída entre 1923 e 1928 e fica em frente à cachoeira Salto del Tequendama - a área possui 157 metros de altura -, na cidade de Soacha, próxima a Bogotá, na Colômbia. 

Em seus primeiros anos a casa abrigava o Hotel del Salto, uma hospedaria de luxo para os apaixonados pela natureza. Mas isso não durou muito, pois com a poluição do rio na região, os turistas deixaram de procurar a atração, que acabou fechando as portas.

Em uma área peculiar e com o abandono, logo o casarão ganhou lendas sobre ser mal-assombrado e amaldiçoado, reforçado pelo fato de que no passado muitas pessoas escolhiam aquele ponto para cometerem suicídio.

A casa antes da restauração. Foto: Arturo Aparicio - Fotografía propia, CC BY-SA 4.0

Mas o que um dia foi um hotel, agora é um museu que atrai muitos curiosos. Após quase 30 anos de abandono, o antigo hotel foi reformado por meio da parceria entre o Instituto de Ciências Naturais da Universidade Nacional da Colômbia e a Ecological Farm Foundation of Porvenir e transformado em museu em 2013: a Casa Museu Salto de Tequendama de Biodiversidade e Cultura.

De acordo com o site oficial do museu, a ideia da escolha do local foi por conta do cenário educacional que permitiria divulgar a biodiversidade e cultura da região.

"Por volta do ano de 2009, a Fundação GEP conseguiu estabelecer contato com os proprietários do antigo Hotel del Salto para propor a iniciativa de restaurar a propriedade como a Casa Museu Tequendama - Biodiversidade e Cultura . Após vários meses, a negociação foi concluída. Em 2011, a arquiteta restauradora Claudia Hernández e sua equipe de trabalho doaram seu conhecimento e tempo para realizar o levantamento arquitetônico da casa e a proposta do projeto do museu", informam. O engenheiro Luis Guillermo Aycardi realizou os estudos necessários para desenvolver o reforço estrutural do edifício.

Vista da lateral do casarão para as Cataratas. Foto: Felipe Restrepo Acosta - Trabajo propio, CC BY-SA 3.0

Estação de trem

Ainda segundo o museu, no final do século XIX, "os esforços do Estado colombiano concentravam-se na instalação de ferrovias que comunicavam todas as regiões e destacavam o turismo nacional. Devido ao grande número de turistas que frequentavam o Salto de Tequendama, o presidente da época, general Pedro Nel Ospina, ordenou a construção da linha sul da ferrovia até o Salto. O prédio foi originalmente concebido para servir de estação de trem com serviço de hotelaria e vista para a cachoeira".

Em 1912 o primeiro esboço do que seria o Terminal Sul ficou pronto e entre 1923 e 1927 foi construído, sendo inaugurado em 1928. "Pouco tempo depois, a casa foi utilizada como restaurante, que logo foi reconhecido por sua elegância e exclusividade, tornando-se um lugar frequentado pela alta sociedade Bogotá", destacam. 

A construção possui cerca de 1.470 metros quadrados distribuídos em cinco níveis e atualmente recebe a visita de turistas de todas as regiões do país e do exterior.
O museu após reforma. Foto: Reprodução/Instagram-casamuseotequendamacolombia

Visitas

Os passeios no museu são guiados por habitantes da região capacitados para explicar a história das Cataratas e sobre as exposições temporárias recebidas pelo local. Periodicamente realizam 'Uma noite no museu', evento em que a visita é realizada entre 18h e 22h e conta até com DJ ao vivo e coquetéis

As visitas podem ser agendadas durante o horário de atendimento ao público aos fins-de-semana e feriados ou pode-se fazer uma reserva para outro dia da semana, em grupo.  Saiba mais AQUI.

Para os mais curiosos sobre como é o interior da casa, o site do museu também disponibiliza uma visita virtual.

Veja mais notícias sobre Amazônia Internacional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 05 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/