Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 21 Setembro 2020

INDT e Lady’s Mall doam 3 mil protetores faciais e álcool para a Fundação CECON, em Manaus

Nesta quinta-feira (6), o INDT e a Lady's Mall promoveram a entrega de 3 mil protetores faciais e 183 litros de álcool para a Fundação CECON, como medida de enfrentamento à Covid19. A iniciativa é parte da campanha "Mulheres Juntas Contra o Covid-19" que já distribuiu mais de 10 mil máscaras de proteção para instituições sociais do Estado do Amazonas.

Atuando há mais de 40 anos, a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON), reúne diversas especialidades médicas e os principais tratamentos oncológicos, consolidando-se como instituição de referência no diagnóstico e tratamento do câncer na Amazônia Ocidental. Fortalecendo a área científica no Amazonas, a Fundação atua em campanhas de combate à doença e destaca-se como instituição de referência no desenvolvimento nas áreas de Prevenção e Ensino e Pesquisa. O diretor-presidente da Fundação, mastologista Gerson Mourão, falou sobre a importância dessa doação.

"As doações de álcool e de protetores faciais pelo INDT irão reforçar nosso estoque de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), sendo úteis na luta contra a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e, assim, garantirão a segurança dos nossos profissionais de saúde. Esse momento exige solidariedade entre as pessoas e instituições, e a união é a palavra-chave", comentou.

Foto: Divulgação

Movimento solidário também conta com empresas parceiras

Essa doação só foi possível graças ao apoio dos parceiros Schneider Electric e Coca-Cola.

Devido às necessidades emergenciais de hospitais em todo Brasil, a Schneider Electric Brasil, por meio da iniciativa "Save our Heroes", doou 5 mil protetores faciais que serão distribuídos para hospitais em Manaus e no interior. A empresa tem como objetivo alcançar a produção de 100 mil protetores faciais, representando um investimento de aproximadamente R$ 580 mil.

"No Brasil, o setor médico lida com a falta de protetores faciais como EPIs e conta com uma produção que não atende às necessidades atuais", diz Marcos Matias, presidente da Schneider Electric Brasil. "Protetores faciais são cruciais para combater a Covid-19; por esse motivo, a Schneider Electric Brasil se comprometeu, junto aos seus fornecedores e parceiros, em solidariedade a esse momento, a fazer esta contribuição tão importante: a produção de protetores faciais médicos que salvam vidas".

A Coca-Cola Brasil também faz parte do movimento. A empresa está doando 914 litros de álcool que serão distribuídos para cinco hospitais. O primeiro a receber será a Fundação CECON. Outros quatro hospitais do interior também serão contemplados.

De acordo com o diretor da Recofarma, a fábrica de concentrados da Coca-Cola Brasil, no Amazonas, Eraldo Sales, possui quase 30 anos de atuação da companhia na região. Desde março deste ano, segundo Sales, a Coca-Cola Brasil se uniu a parceiros e organizações sociais, para ouvir o que as comunidades mais precisavam na capital e no interior e direcionar os recursos necessários para minimizar os impactos da pandemia no Estado.

"O momento atual exige uma atenção cuidadosa para as pessoas mais vulneráveis. Nosso apoio está chegando a comunidades ribeirinhas e as populações vulneráveis no interior do Estado, mas também na capital. Já fizemos doações de álcool etílico, kits de higiene, cestas básicas e equipamentos de proteção individual. A nova doação destinada para a FCecon vai impactar positivamente no dia a dia dos profissionais de saúde e das pessoas que fazem tratamento na unidade", destacou Eraldo Sales.

Foto: Divulgação

"O Amazonas encontra-se em uma situação alarmante, com dificuldades geográficas e situação precária nos hospitais, especialmente com o avanço da doença às cidades do interior. Cada vida importa e empresas com compromisso social como a Schneider Electric Brasil e a Coca-Cola são exemplos a serem seguidos por outras instituições que podem ajudar a região Norte", destacou Geraldo Feitoza, Diretor Executivo do INDT.

Movimento Mulheres Juntas contra o COVID-19

Por meio de doações no site e de parceiros, o movimento solidário "Mulheres Juntas Contra o Covid-19" já atendeu aos estados do Amazonas e Rondônia, alcançando indígenas, pacientes oncológicos, mulheres vítimas de violência doméstica, ribeirinhos e quilombolas. Nas próximas semanas, serão realizadas entregas a hospitais de várias cidades do interior do Estado: Iranduba, Manacapuru, Itacoatiara e Parintins.

No Amazonas, o movimento solidário conta com o apoio do Ministério Público e da OAB, atuando como órgãos fiscalizadores no acompanhamento das doações. O INDT é o responsável por receber os produtos e, junto ao Ministério Público, destinará as doações para quem está em vulnerabilidade social diante da pandemia.

A CEO da Lady's Mall, Lu Braga, explica que a empresa abriu mão dos lucros e, neste momento, está contribuindo para que todos saiam o mais rápido dos problemas gerados pela Covid-19, "Nós entendemos que é necessário executar ações pensadas no coletivo. O nosso compromisso social é ajudar o Brasil na luta contra o novo vírus. Estamos incentivando mulheres a não desistirem dos seus negócios neste período atípico, ocasionado pela crise sanitária provocada pela pandemia, que infelizmente, acabou somando-se à crise econômica", enfatizou.

A plataforma Lady's Mall também atua na promoção de novas oportunidades de geração de renda a mulheres empreendedoras do Amazonas e de todo o País, que passam por dificuldades devido às restrições impostas durante o período de isolamento social.

Veja mais notícias sobre AmazonasCidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 21 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection