Manaus 30º • Nublado
Domingo, 26 Junho 2022

Especialista alerta sobre subida do Rio Negro em Manaus

O Rio Negro chegou a marca de 26,87 metros nesta segunda-feira (28). De acordo com a pesquisadora do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Luna Gripp, o número é considerado alto para o período. Um dos fatores desse aumento é a quantidade de chuva que a região está recebendo.

Em março do ano passado, o Rio Negro subiu apenas 1,45 metro. Neste ano, o aumento foi de 2,41 metros. O número é motivo de preocupação para especialistas que acreditam na possibilidade do rio chegar a uma marca maior que a de 2021, quando ultrapassou 30 metros.

Foto: Arquivo/Portal Amazônia

"O nível do Rio Negro observado no Porto de Manaus é um nível que consideramos alto para o atual período do ano, se a gente compara aí com os nossos dados da série histórica. Além disso, a velocidade com que o rio vem subindo também é considerada alta. A gente tem observado aí uma subida de 9 cm por dia em média do Rio Negro".

Segundo a pesquisadora, o volume das chuvas que estão caindo na região impactam diretamente na subida do Rio. Além disso, a água que vem dos afluentes também está acima do normal.

"Na bacia do Rio negro a gente observou um volume de chuvas muito acima do esperado, e também na bacia do Rio Branco, que é o principal afluente do Negro. Nas nossas estações de monitoramento em Boa Vista e Caracaraí, em Roraima, o rio também vem subindo ao longo dos últimos dias, então tudo isso acaba sendo canalizado e chega aqui".

Além do impacto das chuvas na bacia do Negro e também nos afluentes, o Rio Solimões é outro fator que gera atenção nos pesquisadores.

"A chuva que cai no Solimões também vem sendo observada com volumes acima do esperado. Ela também é canalizada, e cai na calha principal do Solimões, interferindo [no Rio Negro] ali no encontro das águas, na confluência dos grandes rios, é como se o Solimões impedisse ou favorecesse o escoamento do Rio Negro".

Nesta quinta-feira (31), o CPRM vai fazer o primeiro alerta de cheia para 2022. Além de Manaus, o órgão também vai apresentar as estimativas da subida das águas em Manacapuru e Itacoatiara, municípios da Região Metropolitana da capital. 

Veja mais notícias sobre Amazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/