Manaus 30º • Nublado
Sexta, 17 Setembro 2021

Debate entre empreendedores e aceleradores estimular ecossistema de bioeconomia na Amazônia

Nesta sexta-feira, 6 de agosto, às 14 horas (horário de Manaus), o Idesam realiza o debate 'Novos Negócios em Bioeconomia', voltado a estimular a troca de experiências entre atores e representantes do cenário empreendedor da Amazônia. O debate é realizado através do Programa Prioritário de Bioeconomia, do qual o Idesam é coordenador desde 2018, quando foi selecionado pela Capda/Suframa em uma chamada pública. Para o diretor técnico do Idesam e coordenador do PPBio, Carlos Gabriel Koury, o evento busca retomar os espaços de interação sobre o tema. 

"O desenvolvimento da Amazônia não surge com iniciativas isoladas, mas por meio da união de esforços das organizações e instituições que pensam em soluções para a região. Queremos estimular a criação desse 'Ecossistema da Bioeconomia', onde todos possam contribuir", explica.

Reprodução: Internet

Koury pontua que o estímulo a negócios da Bioeconomia não contribui apenas para geração de novos produtos e soluções de mercado. Ao apoiar esses negócios e ideias, geramos um impacto positivo em todos os elos da cadeia produtiva, desde os fornecedores primários, em comunidades ribeirinhas e rurais da região. Hoje, as comunidades extrativistas e de agricultura familiar enfrentam uma série de dificuldades para escoar sua produção ou ter um pagamento justo por seu trabalho. Entre as organizações convidadas para a edição inaugural do evento estão a Fundação Paulo Feitoza (FPF Tech), o Instituto Nacional de Pesquisas na Amazônia (Inpa) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) através da Escola de Negócios da Amazônia. 

"Essa edição do evento está focada em instituições de oferecem soluções para empreendedores que buscam apoio para desenvolver seus projetos. Todas elas são fundamentais para a evolução de novos negócios em Bioeconomia", destaca Koury. 

O debate conta ainda com a participação do biólogo e empreendedor César Oishi, que recentemente teve seu projeto aprovado para receber recursos do PPBio. O biólogo considera fundamental o acesso de pesquisadores e empreendedores a iniciativas de investimento e aceleração. Para ele, investir em produtos da sociobiodiversidade contribui para "evoluirmos de pequenas de produções artesanais para um produto com potencial comercial para alcançar novos mercados no cenário nacional, ou mesmo mundial, multiplicando seu impacto".

Sobre o evento

O evento é gratuito e será transmitido pelo canal do YouTube do Idesam. Para se inscrever, basta acessar bit.ly/debate-ppbio e preencher o formulário disponível. Os inscritos receberão o link de participação na véspera do evento.

Sobre o PPBio

Desde 2018 o Idesam atua na coordenação do Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio), captando iniciativas que obedeçam aos requisitos do Comitê das atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (Capda). Cabe ao Idesam receber e avaliar propostas de todas as Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) habilitadas pela na Suframa para receber recursos que irão apoiar projetos relevantes para a sociedade. Além disso, o PPBio consiste na busca por soluções para a exploração econômica sustentável da biodiversidade, a partir do fomento à ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento da Amazônia. Para as empresas de Informática do Polo Industrial (PIM), também é uma alternativa descomplicada de investimento da contrapartida dos incentivos fiscais para o desenvolvimento regional, sem risco de glosa ou multas.


(*) Com informações da Assessoria

Veja mais notícias sobre EducaçãoAmazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 17 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/