Manaus 30º • Nublado
Segunda, 05 Dezembro 2022

Espaço cultural homenageia fundador do Grupo Rede Amazônica na sede do Amapá

O Espaço Cultural Dr. Phelippe Daou foi inaugurado nesta quarta-feira (11) na sede da Rede Amazônica em Macapá, no bairro Buritizal, na Zona Sul do Amapá. A galeria de artes é uma homenagem ao jornalista, um dos fundadores do grupo de comunicação que completa 50 anos em 2022.

O evento contou com a presença de Phelippe Daou Jr, filho do fundador e atual CEO da empresa, para cortar a faixa de inauguração do local.

"É emocionante ver o que foi feito aqui, principalmente a homenagem ao meu pai. Estamos próximos de completar 48 anos de Rede Amazônica no Amapá. Passamos por diversas fases e estamos sempre buscando melhorar nossos serviços. Nossa essência é servir a Amazônia", 

afirmou Daou Jr.

"Nosso pai era um entusiasta pela Amazônia, por cada estado, as realidades e é isso que estamos tentando fazer a partir da ausência dele, fazendo a diferença e estando perto da sociedade, em todos os segmentos", reforçou o CEO.

O espaço foi aberto com exposição de obras do artista amapaense J. Márcio, pinturas que usam diferentes técnicas e esculturas produzidas com materiais reaproveitados.

Primeiro artista escolhido para compor a galeria, J. Márcio é envolvido com as artes visuais há cerca de 30 anos. Ele é artista visual formado pela Universidade Federal do Amapá (Unifap) e já atuou como professor do Centro de Educação Profissional em Artes Visuais Cândido Portinari (Cepa Cândido Portinari).

Foto: Laura Machado/Rede Amazônica

"O artista visual aqui no estado não tem a visibilidade que deveria ter, mas quando vemos um espaço como esse, fica muito mais acessível. Fico honrado em ter sido escolhido para inaugurar. Acredito que esse é apenas o início, sei que muitos outros artistas também vão poder aproveitar esse espaço", comentou o artista.

Márcio é conhecido por utilizar a técnica do "fire paint" em suas obras, que consiste em utilizar fogo para pintar diferenças peças. Na inauguração, ele produziu em um prato de porcelana e em tempo real uma obra inspirada numa das imagens de São José que ficam na orla de Macapá. O santo é o padroeiro do estado.

O objetivo é utilizar o espaço cultural como galeria para exposição de artistas que realizam diferentes produções no Amapá. O local também vai ser aberto ao público para visitação de forma gratuita. Em breve, a empresa fará os agendamentos.

"É um espaço não só para o município, mas para todo o estado. Nosso objetivo é amplificar a cultura amapaense e proporcionar um espaço maior. O espaço é dos artistas", explicou Eduardo Fiore, diretor executivo do Grupo Rede Amazônica no Amapá.

O CEO também visitou as novas instalações da rádio CBN Macapá, que agora possui uma estrutura mais moderna, com novos equipamentos e integrada à sala destinada ao setor de jornalismo do grupo.

O som ambiente ficou por conta de Paulinho Bastos, cantor, compositor, musicista e um dos principais nomes da música regional. Bastos já participou de várias bandas do estado, além de produzir discos de artistas como a mãe dele, Oneide Bastos.

Veja mais notícias sobre Amapá.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 05 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/