Manaus 30º • Nublado
Quinta, 01 Dezembro 2022

Com 12 metros, esqueleto de baleia-jubarte encontrado na foz do Rio Amazonas é exposto em Macapá

O esqueleto da baleia-jubarte de 12 metros achada encalhada na Foz do Rio Amazonas em 2018 é a mais nova atração do Museu Sacaca, em Macapá (AP). A estrutura, composta por cerca de 250 peças, atrai os curiosos. Ela foi montada após um longo processo de conservação que iniciou logo que o animal foi encontrado, há quatro anos. A exposição que fica em uma maloca do local tem entrada gratuita.

Foto: Divulgação/GEA

O animal é marinho, não é nativo da Amazônia, mas foi achado na região estuarina, ambiente onde o rio se mistura com o mar através de vários canais ou braços, o que chamou a atenção da população e de cientistas.

A oceanóloga Miriam Marmontel, líder do grupo de pesquisa que estudou a baleia, falou que não existe registro de outro aparecimento de jubarte, viva ou morta, na costa do Amapá, sendo esse o primeiro relato na Foz.

"Existem relatos de encalhe de baleias em Maranhão, Piauí e um no Pará. Na Costa Norte é muito raro ter jubarte. Todos os registros foram de animais mortos, e esse no Amapá é realmente o primeiro, e nem era esperada a ocorrência para a região", 

ressaltou a pesquisadora.

Jubarte na Foz do Amazonas 

Os restos mortais da jubarte foram encontrados no dia 15 de dezembro de 2018, por moradores da localidade de Ilha Vitória, no Arquipélago do Bailique, a 180 quilômetros de Macapá.

A ossada logo foi acolhida por profissionais do Instituto de Pesquisas Científicas e tecnológicas do Amapá (Iepa) e do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM).

O Instituto Mamirauá, especialista em mamíferos aquáticos, destacou que o principal fator de mortalidade de cetáceos ao redor do mundo são as redes de pesca. No caso da jubarte encalhada no Bailique, essa era uma hipótese não descartada, no entanto, o Instituto ressaltou que, em razão do estado de decomposição, não foi possível identificar a razão da morte.

Visitações

O Museu Sacaca, ligado ao Iepa, é um museu a céu aberto, localizado na Avenida Feliciano Coelho, nº 1509, no Centro de Macapá. O local funciona de terça-feira a domingo, de 9h às 17h. A entrega é gratuita.


Veja mais notícias sobre Amapá.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 01 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/