Manaus 30º • Nublado
Quinta, 01 Dezembro 2022

Cantora amapaense mostra pluralidade cultural da Amazônia no Rock in Rio 2022

49378849_2120623997999160_2557212915174211584_n-1

A cantora amapaense Patrícia Bastos mostrou a pluralidade cultural e riqueza da região amazônica no penúltimo dia do Rock In Rio 2022. Ao lado do artista indígena Nelson D, do Amazonas, a apresentação foi transmitida por uma rede social da cantora, que esteve no Palco Nave.

Formada em administração, a macapaense começou a se dedicar à música aos 18 anos, quando entrou para a Banda Brinds. Filha do educador Sena Bastos e da cantora Oneide Bastos, Patrícia cresceu rodeada por músicos que fazem parte da história do Amapá.

Foto: Reprodução/Instagram-Patrícia Bastos

Na década de 90, Patrícia começou a carreira solo, cantando em bares de Macapá. Depois passou a participar de festivais e editais do governo federal para realizar shows pelo país, chegando a ganhar em uma categoria do Prêmio da Música Brasileira e foi indicada ao Grammy Latino. Patrícia Bastos já gravou sete álbuns inspirados na música amazônida.

Palco Nave

Promovido pela Natura, o Palco Nave contou com mais de 50 artistas e ativistas para 'mostrar a Amazônia'. O objetivo do espaço era ter a aproximação do público de uma Amazônia contemporânea. A atração teve direção artística de Roberta Carvalho, direção musical de Aíla e argumento da acreana Karla Martins.

Foto: Divulgação

O palco Nave ocupou a Arena 3 durante os sete dias do Rock in Rio, iniciando às 14h30 com sessões que uniam experiências audiovisuais, momentos musicais e performance. Durante a programação, encontros inéditos entre artistas atraíram o público.


Veja mais notícias sobre Amapá.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 01 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/