Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 10 Mai 2021

Covid-19: Fiocruz e Butantan deverão entregar ao SUS cerca de 300 milhões de doses até o fim de 2021

 A vacinação contra o novo coronavírus avança pelo mundo, Brasil inclusive. Segundo estudo publicado pelo Portal Opera Mundi, desta quarta-feira, 17, a primeira dose foi aplicada no Reino Unido ainda em 2020, e a tendência é que a imunização se espalhe pelo mundo, a depender da capacidade de produção das indústrias farmacêuticas e das ações de cada um dos governos.

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A imunização das populações, contudo, ainda não vem se verificando no ritmo das expectativas da população mundial, da ordem de 7 bilhões de habitantes. O que não é difícil de entender, dado que o covid-19, detectado em fins de 2019 só foi considerado pandemia em março de 2020, isto é, há exato um ano atrás. Esta pode ser considerada a data referencial para as formulações científicas - um recorde na história da humanidade - e a posta em marcha das linhas de produção de imunizantes contra o novo coronavírus, concentradas basicamente na China, Reino Unido, Estados Unidos e Rússia. 

Outras nações vêm se mobilizando como podem para integrar-se ao esforço mundial de imunização contra o covid-19, todos dependentes em maior ou menor escala, como o Brasil, de importações do IFA - Ingrediente Farmacêutico Ativo. A produção do insumo ainda se restringe a um punhado de países, as economias líderes, por conseguinte, dos países sede das indústrias mais avançadas do Planeta, dentre cujas cadeias, a farmacêutica.

Não obstante as dificuldades naturais impostas pela pandemia, de acordo com levantamento do Google, a produção de 10,6 bilhões de doses de vacinas previstas para 2021 já é superior à quantidade de habitantes do mundo. Isso considerando os 10 produtores que já receberam aprovação oficial. Sendo que dois novos laboratórios encontram-se em vias de aprovação; mais de 70 estão concluindo os testes em humanos; e outros 100 estão em fase de laboratório.

 O quadro da produção atual, em doses, é o seguinte:


  • Pfizer ………... ……………….... 2 bilhões
  • Moderna …….. …………………. 600 milhões
  • AstraZeneca ….. …………………. 1,8 bilhão
  • Jansen (J&J) …. …………………. 1,0 bilhão
  • Sputnik V ……………………….. 700 milhões
  • Sinopharm, Sinovac, e Cansino …. 2 bilhões
  • Bharat Biotech …………………… 500 milhões
  • Novavax …………………………. 2 bilhões

Veja mais notícias sobre Economia na Amazonia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 10 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/