Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 24 Novembro 2020

Com protocolos de segurança, Parque Estadual do Utinga em Belém reabre ao público nesta quarta

up_ag_21535_335da6f4-9d97-a32a-5129-e98f10ff8f03

O Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna reabre ao público nesta quarta-feira (19) com medidas de segurança sanitárias contra a disseminação do novo coronavírus. O horário de funcionamento continua o mesmo, das 6 às 17 h, todos os dias, exceto às terças-feiras, quando o Parque fecha para manutenção. Para acessar o espaço ambiental será obrigatória a utilização de máscaras, e a capacidade de visitantes será reduzida em 50%.

Por todo o Parque há placas com os cuidados que devem ser obedecidos pelos frequentadores. (Foto:Divulgação/Ideflor-Bio)

Dentre os protocolos adotados, estão medição de temperatura na entrada, contagem do número de visitantes por meio de um contador manual, dispensers de álcool em gel 70% nos pontos estratégicos e cartazes com orientações sobre a Covid-19. A prática de exercícios está liberada, desde que o visitante obedeça às normas de segurança e distanciamento mínimo. Dentre as atividades que ocorrem dentro do Parque, a locação de bicicletas estará liberada, com procedimentos de higienização contínuos. Contudo, as atividades de ecoturismo, como trilhas, boia cross, tirolesa e rapel, nesse primeiro momento seguem suspensas. As atividades serão liberadas posteriormente, de forma gradativa, seguindo todos os cuidados necessários.

Os proprietários das lanchonetes e cafeterias, além dos protocolos específicos para as atividades de gastronomia, receberam instruções de higienização. Foi feita ainda a sinalização visual nos estabelecimentos, como o distanciamento obrigatório em filas e bancos. Também continuam suspensas, de forma temporária, as visitas monitoradas.

"Durante o período em que esteve fechado, o Parque passou por manutenções de rotina, incluindo a limpeza das trilhas, recebeu revitalização e demarcação do piso para pedestres e ciclistas, além da implementação de todas as medidas de combate ao coronavírus, em prol da segurança dos visitantes e prestadores de serviços", explicou a presidente do Ideflor-Bio, Karla Bengtson.

Visão do Lago Água Preta, um dos mananciais que abastecem a maioria da população da Região Metropolitana. (Foto:Divulgação/Ideflor-bio)

O trabalho foi realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio), em parceria com a Pará 2000, organização que administra o equipamento turístico, e a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa). As equipes trabalharam em esquema de revezamento, utilizando máscaras, álcool em gel e respeitando o distanciamento social.

"Todas as medidas de segurança foram construídas a partir da contribuição da equipe técnica da GRB/Ideflor-Bio, Pará 2000 e BPA (Batalhão de Polícia Ambiental), seguindo orientações técnicas da Sespa (Secretaria de Estado de Saúde Pública). O objetivo foi trazer segurança e tranquilidade aos visitantes neste momento de retorno da visitação. Procuramos atender a todos os protocolos estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS)", informou Ivan Santos, gerente da Região Administrativa de Belém (GRB/Ideflor-Bio), responsável pela gestão do Parque do Utinga.

Fechamento - Em atendimento aos decretos estaduais e municipais durante a pandemia de Covid-19, o Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna foi fechado ao público no dia 21 de março deste ano. A medida foi oficializada por meio da Portaria nº 248, do Ideflor-Bio, de 24 de março de 2020, que suspendeu por tempo indeterminado a visitação em todas as 26 Unidades de Conservação Estaduais geridas pelo órgão, como medida de enfrentamento à pandemia.

Somente atividades essenciais continuaram em andamento nas UCs. Dentre elas, a pesquisa científica, serviços de manutenção e o Projeto Reintrodução e Monitoramento das Ararajubas em Unidades de Conservação da RMB – Belém Mais Linda.

Proteção Integral


O Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna é uma das 26 Unidades de Conservação geridas pelo Ideflor-Bio, com classificação na categoria de Proteção Integral. A Unidade de Conservação possui dois grandes lagos, o Bolonha e o Água Preta – responsáveis pelo abastecimento hídrico de 70% da população residente na Região Metropolitana de Belém.

O Parque foi criado com o objetivo de preservar ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, estimular a realização de pesquisas científicas e incentivar o desenvolvimento de atividades de educação ambiental, incluindo o turismo ecológico. Da área de aproximadamente 1.400 hectares, equivalente a 1.400 campos de futebol, 98% ficam no território de Belém e 2% no de Ananindeua.

Reabertura do Parque Estadual do Utinga Camilo Vianna, em 19 de agosto de 2020 (quarta-feira), das 6 às 17 h.
Funcionamento: Todos os dias (exceto às terças-feiras). Entrada franca.
Endereço: Avenida João Paulo II, s/n – bairro Curió-Utinga, Belém-PA

Veja mais notícias sobre TurismoPará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 24 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/