‘O Território’ vence Emmy 2023 por ‘Mérito excepcional na produção de documentários’

Documentário denuncia invasões em uma das maiores terras indígenas de Rondônia.

O documentário ‘O Território’, que narra a luta dos povos indígenas Uru-Eu-Wau-Wau para defender sua terra, conquistou o prêmio Emmy Award 2023, no domingo (7). O principal prêmio da televisão americana aconteceu em Los Angeles.

Considerado “o Oscar da televisão”, o Emmy premia conteúdo audiovisual e televisivo produzido no mundo todo. O Território ganhou na categoria ‘Mérito excepcional na produção de documentários’.

Os protagonistas do documentário, Bitaté-Uru-Eu-Wau-Wau e Ivandeide Bandeira (mais conhecida como Neidinha) viajaram para receber o prêmio na companhia dos produtores Txai Suruí e Gabriel Uchida. O diretor, Alex Pritz , também esteve presente na premiação.

“Esse é o reconhecimento da nossa luta e dos povos indígenas. Rondônia no topo, os povos indígenas também lá no topo”, comentou Bitaté, emocionado ao segurar a famosa estatueta do Emmy.

Foto: Reprodução

Neidinha, protagonista no documentário, conta que a vitória de “O Território” no Emmy destaca o compromisso responsável da cinematografia ao mostrar a batalha pela democracia em Rondônia e na Amazônia.

“Esse filme representa muito para os povos indígenas e para a nossa luta. Esse prêmio é de vocês, é do Brasil”.

O documentário, que foi gravado em Rondônia e distribuído pela National Geographic, também concorreu nas categorias “Cinematografia excelente para um programa de não-ficção” e “Melhor direção para um programa de documentário/não-ficção”.

Quando a obra foi filmada, a Terra Indígena do Povo Uru-Eu-Wau-Wau foi a que teve o entorno mais desmatado da Amazônia Legal.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Abelhas são fonte de renda extra para agricultores familiares no Mato Grosso

Projeto Semêa, realizado pela Fundação Bunge, incentiva o uso de abelhas para fomentar agricultura regenerativa e de baixo carbono.

Leia também

Publicidade