Música paraense perde Tonny Brasil, pai do tecnobrega

A obra de Tonny Brasil foi profundamente influenciada pela música latina dos países vizinhos. Dessa mistura de ritmos, surgiram variações como o brega-calipso e o brega melody.

O tecnobrega paraense está de luto. O cantor e compositor Tonny Brasil, reconhecido por muitos artistas e pesquisadores como o criador do tecnobrega, morreu no dia 2 de junho aos 57 anos. A causa da morte não foi divulgada.

A cantora Gaby Amarantos publicou nas redes sociais uma homenagem ao amigo. Segunda ela, Tonny foi o grande precursor da fusão do brega com a música eletrônica.

Obras

A obra de Tonny Brasil foi profundamente influenciada pela música latina dos países vizinhos. Dessa mistura de ritmos, surgiram variações como o brega-calipso e o brega melody.

Ele deixa um legado de quase duas mil músicas – centenas delas gravadas por artistas de renome nacional, entre eles Banda Calypso, Reginaldo Rossi e Marília Mendonça. Entre as canções famosas do pai do tecnobrega estão ‘Dudu’, eternizada na voz de Joelma.

O projeto ‘Sampleados‘, que deu destaque para a música paraense, contou com a participação de Tony Brasil:

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

A realidade da Reserva Legal na Amazônia e o Projeto de Lei 3334/2023

As Reservas Legais, juntamente com as APPs, desempenham um papel essencial nesse contexto, protegendo a vegetação nativa e garantindo acesso aos benefícios proporcionados pelos ecossistemas.

Leia também

Publicidade