​Maior fortificação do Brasil: 10 curiosidades sobre a Fortaleza de São José de Macapá

Localizado às margens do Rio Amazonas, o monumento histórico é um dos cartões postais mais importantes do Amapá.

A Fortaleza de São José, maior fortificação do Brasil, completa 242 anos em 2024. Localizado às margens do Rio Amazonas, o monumento histórico é um dos cartões postais mais importantes do Amapá

Para celebrar a data, conheça 10 curiosidades sobre a construção da fortaleza que é a única do seu tipo no país:

Foto: Reprodução/Secult AP

Proteção 

A Fortaleza de São José de Macapá é uma das principais edificações militares existentes no Brasil e um dos mais importantes monumentos do século XVIII. Erguida com o propósito de defender a Amazônia, em especial diante da perspectiva de uma invasão francesa, ocupa uma extensa área na margem esquerda da foz do Rio Amazonas.

Início

Fundada em 1758, poucos antes do início da construção do marco arquitetônico e histórico que hoje é um dos seus principais pontos turísticos. Depois de décadas de descompasso entre o que a Coroa Portuguesa pensava e o que efetivamente executava em sua política externa na Amazônia, a construção da fortaleza foi autorizada pelo então Rei Dom José I.

Inauguração 

Com supervisão do primeiro-ministro, o Marquês de Pombal, e administração direta da Capitania do Grão-Pará e do Maranhão, as obras começaram em 29 de junho de 1764. O projeto tinha assinatura de Henrique Antônio Gallucio. Com quase duas décadas de construção, a Fortaleza foi inaugurada em 19 de março de 1782, contando com cento e sete peças de artilharia de grosso calibre. Porém, não chegou a ver ou defender combate algum.

Perdendo a serventia 

Do período colonial ao Brasil Império, a Fortaleza foi ocupada por pelotões das guardas portuguesa e imperial, porém, com a proclamação da República em novembro de 1889, a Construção perdeu sua função principal.

Mudança 

Em 1946, o Comando da Guarda Territorial no recém-criado Territorial Federal do Amapá se instalou no local.

Foto: Reprodução/Secult AP

Tombamento 

A Fortaleza de São José foi tombada pelo Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) em 22 de março de 1950.

Diversos habitantes 

Nas décadas de 1950 e 1960, suas instalações viraram estalagem para famílias imigrantes que chegavam em Macapá e, em outro momento, uma cadeia pública para os presos sob vigilância da Guarda Territorial.

Museu 

Em 2007, o local se tornou um museu. Nos dias atuais, a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) é o órgão público responsável pelo monumento.

Principal atrativo turístico 

De 2009 até o inicio de 2015, o local sediou a Superintendência do Iphan. Atualmente, a Fortaleza de São José de Macapá é um dos monumentos que definem a capital do Amapá.

Além do país 

A relevância da fortificação nacional e internacional, rendeu a candidatura ao título de Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).  

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Saiba quais são as 9 construções mais antigas da Amazônia

Em cada cidade da Amazônia Legal existe ao menos uma construção que exala a história local a partir da colonização.

Leia também

Publicidade