Manaus 30º • Nublado
Sexta, 17 Setembro 2021

Carne moída e vinagrete? Confira a versão paraense do cachorro-quente

"Com ou sem vinagrete?", essa é uma pergunta comum para aqueles que vão comprar um cachorro-quente em Belém. Mas, espera aí. Vinagrete no cachorro-quente? Sim. Na terra das mangueiras, o cachorro-quente com salsicha é chamado com o seu nome original 'hot dog', já a sua versão paraense é feita com carne moída, salada de repolho e vinagrete.

Conheça o cachorro-quente de Belém. Foto: Reprodução/Rosário Lanche

Um dos grandes vendedores do cachorro-quente paraense é o seu Pedro Rosário, que há 48 anos comanda a banca de rua "Rosário Lanche", localizada na Praça da República, em frente a fonte das Sereias, na capital paraense.

A história do paraense com a gastronomia começou cedo. O primeiro emprego dele foi em uma banca de rua comandada por um senhor chamado de Paraibano. Com o passar do anos, Rosário aprendeu todas as etapas de produção de uma lanchonete como, por exemplo, estocar refrigerante, preparar os sanduíches e organizar os materiais.

Na década de 60, o Lanche do Paraibano trabalhava com dois sanduíches, o de leitão e o cachorro-quente com carne moída, ou seja, a versão paraense já reinava absoluta na capital paraense. Rosário aproveitava toda oportunidade para aprender mais sobre a gastronomia de rua. 

Com a morte do Paraíba, o seu Rosário decidiu apostar na própria lanchonete e levou para a vida todos os ensinamentos que recebeu do antigo chefe. Os anos foram passando e o "Rosário Lanche" virou uma referência de comida de rua de Belém.

Foto: Reprodução/YouTube

Mudanças

Por causa de uma cirurgia e da Covid-19, o seu Rosário precisou se afastar dos negócios e passou o bastão para as filhas Edimara e Edilene Ferreira. "O papai começou do zero e conseguiu criar o próprio negócio, ou seja, nos ensinou que é necessário insistir e não baixar a cabeça", explicou Edimara.

Atualmente, o cardápio do Rosário Lanche traz duas opções que confundem os turistas: Cachorro-quente e Hot Dog. "Certa vez, um turista de São Paulo pediu para colocar ervilha no cachorro-quente, então, tivemos que explicar a diferença entre os sanduíches. Porque em outros lugares, o cachorro-quente leva purê de batata, ervilha e salsicha, já a versão paraense leva carne moída, salada de repolho e vinagrete", contou Edmira.

De acordo com Edimara, a pandemia do novo coronavírus levou o lanche a apostar no modo delivery. "Por causa das entregas a domicílio, as nossas vendas foram positivas. Tivemos que nos adaptar a essa nova realidade e deu certo. Agora, a população de Belém pode receber o seu cachorro-quente em casa", destacou.  

O Rosário Lanches funciona de segunda a domingo, das 17h às 0h. Está localizado na Rua Arcipreste Manoel Teodoro, sn - Campina (Em frente a Praça da Sereia).

Veja mais notícias sobre Gastronomia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 17 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/