Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 09 Mai 2021

Secult prorroga prazos de inscrição e execução de projetos do Edital Arte Livre

Artistas selecionados nos editais da Lei Aldir Blanc agora têm até o dia 31 de agosto próximo para a inscrição no Edital Arte Livre – Apoio à produção artística, que oferece 42 espaços da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Fundação Cultural do Pará (FCP), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) e Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) para apresentações. O período de execução também foi alterado, e prossegue até 30 de outubro.


Lançado no último dia 3 de março, o "Arte Livre" é uma iniciativa inédita do Governo do Pará que busca garantir oportunidade, de forma ampla e em igualdade de condições, para execução de projetos beneficiados com os recursos da Lei. O edital prevê a seleção de mais de mil pautas culturais, entre exposições fotográficas, apresentações musicais, mostras, saraus, contação de histórias, oficinas de cultura alimentar, de teatro, dança, artes virtuais, feiras e várias outras expressões artísticas.

Os aprovados poderão executar os projetos em espaços públicos, como a Casa das Onze Janelas, Estação Cultural de Icoaraci, Espaço São José Liberto, Teatro Waldemar Henrique e Casa da Linguagem, além de 16 centros de reeducação e recuperação prisionais e do Memorial da Cabanagem, que nunca teve seu gramado ocupado para manifestações culturais como as previstas no edital.

"O Edital Arte Livre é voltado para os projetos contemplados pela Lei Aldir Blanc. Estamos falando aí de mais de 3.350 trabalhos, entre editais executados diretamente pela Secult e os das organizações sociais parceiras. Todos eles preveem uma contrapartida, a não ser os credenciamentos do Sesc (Serviço Social do Comércio). Dessa forma, com o 'Arte Livre' buscamos oportunizar que os contemplados possam realizar essa execução em nossos espaços", frisou Ursula Vidal, secretária de Estado de Cultura.

Até o momento, cerca de 200 projetos foram inscritos. Para o diretor de Cultura da Secult, Júnior Soares, essa é uma grande oportunidade para "as fazedoras e fazedores de cultura exporem seus trabalhos". "Temos recebido uma demanda bem expressiva para os espaços, sobretudo para o Teatro Gasômetro, Estação Cultural de Icoaraci e espaços da FCP, mas todos já receberam solicitações, em maior ou menor grau. Como estamos neste momento de restrições sanitárias, cada gestor está analisando caso a caso, levando em consideração o decreto. Mas o objetivo é atender a todos. Não é uma seleção, é mais uma adaptação dos projetos aos espaços ofertados", explicou. 

Plano de trabalho 

Júnior Soares também esclareceu que os artistas devem ficar atentos à estrutura para execução do projeto, já que, de acordo com o edital, isso é responsabilidade do proponente, e não do espaço disponibilizado para as apresentações. "Dentro da descrição do plano de trabalho já é previsto um orçamento necessário à execução. Quando o proponente se inscreveu no edital da Lei já evidenciou quanto do recurso precisaria usar para a apresentação, montagem etc. O que o Edital Arte Livre oferece são apenas os espaços e auxílio na comunicação desses trabalhos. Portanto, solicitamos que os inscritos não peçam que os gestores dos espaços ofereçam outro tipo de estrutura", enfatizou.

Do total de locais que vão receber os projetos, oito pertencem ao Sistema Integrado de Museus e Memoriais da Secult (SIMM). O diretor do Sistema, Armando Sobral, informou aos proponentes que detalhem seus projetos na ficha de inscrição. "Temos tido certa dificuldade em avaliar alguns trabalhos por falta de informações técnicas. Elas são importantes porque estamos falando de espaços museais que não podem sofrer intervenção. Precisamos entender muito bem a especificidade do projeto antes de aprovarmos sua execução nesses locais. O objetivo é acolher cada vez mais projetos que dialoguem com as coleções, por isso estamos em diálogo com os inscritos para fazermos esse alinhamento", ressaltou o diretor. (Texto: Thaís Siqueira - Ascom/Secult).

Serviço: Edital "Arte Livre - Apoio à produção artística". Período de inscrição: até 31 de agosto de 2021. Período de execução: até 30 de outubro de 2021.

Acesse: Mapa Cultural do Pará (mapacultural.pa.gov.br/oportunidade/114)

Veja mais notícias sobre ArtePará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 09 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/