Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 29 Setembro 2020

Palco Virtual do Theatro da Paz é lançado com arranjo inédito e obra de Bach

Com as atividades presenciais e concertos suspensos desde março devido à pandemia de Covid-19, o Theatro da Paz passou por um período de reformulações, a fim de manter o vínculo da centenária casa de espetáculos com a sociedade paraense. Na tarde desta quinta-feira (10), mais uma iniciativa do governo do Estado foi posta em prática, com o lançamento do Projeto Palco Virtual, que vai ofertar na internet apresentações da Orquestra Sinfônica, da Amazônia Jazz Band e do Festival de Ópera.

O lançamento, com direito a um arranjo inédito da música "Ponteio" e uma ária de Johann Sebastian Bach, reuniu a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal; o diretor do TP, Daniel Araújo, e os maestros Nelson Neves e Miguel Campos Neto, em live no canal do YouTube do Theatro Da Paz.

A secretária destacou que se trata de uma excelente iniciativa, que dá continuidade ao projeto de itinerância, iniciado em 2019, para descentralizar as ações da do Theatro da Paz e possibilitar que novos públicos tenham contato com a produção artística. "Só que agora será de forma virtual, pelo canal do YouTube. Isso já era um anseio nosso poder levar essas apresentações para a Região Metropolitana de Belém e outros municípios", disse Ursula Vidal.

Foto: Divulgação

Programação

O diretor do Theatro informou que o Palco Virtual estará aberto ao público toda segunda e sexta-feira, quando serão postados conteúdos do Festival de Ópera; terça e quinta-feira, da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP), e quarta e sábado, com vídeos da Amazônia Jazz Band. Os conteúdos serão apresentações de pequenos grupos de músicos, gravadas no palco do TP, de acordo com os protocolos de segurança para evitar o contágio pelo novo coronavírus, e entrevistas sobre os músicos e personagens que fazem parte da trajetória das orquestras.

"É uma programação intensa, que foi sendo pensada ao longo desses últimos meses. Chegamos a esse formato, garantindo a qualidade dos concertos presenciais. E que chegou para ficar, mesmo quando a pandemia passar", disse Daniel Araújo.

Novas produções

Acostumado a interagir bastante com o público, o maestro Nelson Neves, regente da AJB, falou que agora pretende se conectar de outras formas com a plateia, e que durante esse tempo fora dos palcos a AJB realizou encontros virtuais e novas composições. "Nós continuamos em contato e produzindo em home office. Queremos agora mostrar essa nova forma de concerto, com a mesma intensidade e amor", afirmou o maestro. Logo depois ele apresentou uma versão inédita de "Ponteio", de Edu Lobo e José Carlos Capinam, com arranjo especial do norte-americano Eric Richards, fã da AJB e amigo do maestro.

O maestro Miguel Campos Neto também destacou essa nova fase e o formato dos concertos para os vídeos, os chamados concertos de câmara, com grupos menores de instrumentistas. "É difícil encontrar um músico que não goste desse formato, pois permite que ele faça o seu melhor. É empolgante", garantiu.

Segundo o maestro, é um momento também de apresentar os músicos ao grande público, já que no palco não há muito essa possibilidade. Ao final, ele exibiu o vídeo, que já está no canal do TP, da ária da 3ª suíte orquestral de Johann Sebastian Bach.

Veja mais notícias sobre ArtePará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 29 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/