Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 07 Mai 2021

Setores que tendem a crescer no pós-pandemia

Ainda no caos com altos índices de contaminações por Covid, já dá para percebermos alguns setores que estão em ponta, prontos para aquecerem os seus ritmos de contratações no pós-pandemia. A região amazônica, por exemplo, tem algumas projeções de setores que prometem a geração de empregos diretos, indiretos e de prestadores de serviços em geral. É importante estarmos preparados para isso antes que efetivamente aconteça.

As áreas do Comércio e Serviços são as que possuem maior destaque nesse momento, considerando que são os segmentos de mercado que mais precisam da circulação de pessoas em sociedade. Com esse crescimento, a indústria volta a crescer e a roda de geração de oportunidades volta a girar.

Nesse artigo, vamos falar sobre essas novas áreas, as vagas que tendem a surgir e as possibilidades de oportunidades que podemos ter. 

Foto: José Cruz / Agência Brasil

FRANQUIAS NACIONAIS DE ACADEMIAS

O mercado de academias tem projeção de ser bem aquecido depois que passarmos pela pandemia. Isso vai ocorrer pelo fato de que algumas pesquisas apontam que boa parte da população vai voltar ou começar a cuidar da saúde, principalmente em casos de obesidade e diabetes, que têm se mostrado dois pontos críticos para pessoas que contraíram o Covid.

Esse surgimento de um mercado ainda não tão presente em nossa região provocará a geração de muitas vagas novas, incluindo educadores físicos, gestores comerciais e de mídias digitais, principalmente. Para quem quer atuar nesse segmento, é importante começar a pesquisar sobre as estratégias e cases que mostrem como essas empresas atuam no país e em outros países do exterior, para assim criamos novas ideias de inovações.

Como fator destaque, profissionais que tiverem conhecimentos em projetos para a expansão comercial serão buscados como ouro.

EMPREENDIMENTOS DE LOJAS DE DEPARTAMENTO

Como mais um segmento de mercado que tem anunciado o desejo de muitas empresas nacionais para iniciarem suas operações aqui na região, as lojas de departamento também prometem. Vai de roupas, eletrodomésticos a variedades em geral. A insegurança econômica sobre o baixo consumo devido o isolamento e pouca circulação de pessoas ainda é o motivo principal de algumas ainda não terem chegado por aqui.

Com essa nova frente de oportunidades, a tendência é que surjam vagas novas para Caixa, Atendentes, Operadores de Telemarketing e Cobrança, Gestão de Lojas e Estoque. Especificamente para esse segmento, a área de mídias digitais tende a não ter contratações significativas, pois todas essas operações são realizadas via matriz, o que é uma característica desses empreendimentos. 

Foto: Valter Campanatto / Agência Brasil

VENDAS DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES E COMIDAS SAUDÁVEIS

A busca pela alimentação saudável também vai movimentar o ciclo de oportunidades, seja através de contratações via CLT ou como profissionais independentes que pratiquem apenas a compra e venda.

Isso será causado pelo fato de que a busca pela imunidade corporal é uma realidade projetada para o futuro. Isso condiciona o comportamento do consumidor a começar a procurar alimentos mais puros, orgânicos e sem químicas.

Além dessa geração de oportunidade direta de vendas, teremos o que ficará por trás dos bastidores: a indústria que fabricará esses produtos, havendo a geração de novas vagas para a toda convencional produtiva: operadores, auxiliares, suprimentos, logística, PCP e outras áreas.

TERCEIRIZAÇÕES EM GERAL

Em busca da redução de custos, muitas empresas já começaram a contratar empresas terceirizadas. O interessante é que isso não se limita apenas à mão-de-obra, como tradicionalmente conhecemos, mas também a equipamentos, maquinários e computadores. Esse segmento ainda desconhecido no mercado convencional não chegou por aqui, mas vai chegar em médio prazo para atender empresas de médio e grande porte.

Essa cadeia gerará oportunidades, principalmente, para profissionais que façam gestão de contas e relacionamento com clientes, soluções de problemas operacionais e manutenções, que ficará por conta de quem vender as locações.

ENTRETENIMENTO PARA CRIANÇAS

Essa categoria tende a crescer por vários motivos. O principal deles é que, no pós-pandemia, as famílias vão compensar todo o tempo que as crianças passaram sem se divertir em brinquedos, eletrônicos, complexos de diversão e similares.

Com esse crescimento, a cadeia de geração de empregos engloba novas vagas para atendentes, cuidadores de crianças e técnicos de manutenções dos brinquedos, além das indústrias que vão produzir os mesmos. Esse último terá menor proporção, considerando que a produção de brinquedos, principalmente de médio e grande porte, é pontual.

SAÚDE PARA SEQUELAS PARA PESSOAS QUE CONTRAÍRAM O COVID

O vírus vai deixar um legado negativo, com muitas pessoas que ficaram com sequelas respiratórias, nas pernas e braços, principalmente. O mau estar causado por esses fatores vão criar altas demandas de atendimentos domiciliares de fisioterapia, uma demanda que não havia antes da pandemia.

.

Flávio Guimarães 

É diretor da Guimarães Consultoria, Administrador de Empresas, Especializado em Negócios, Comportamento e Recursos Humanos, Comentarista de Carreira, Emprego e Oportunidade dos Jornais Bom Dia Amazônia e Jornal do Amazonas 1ª Edição, CBN Amazônia, Portal Amazônia e Consultor em Avaliação/Reelaboração Curricular. 

Veja mais notícias sobre Eu Profissional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 07 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/