Manaus 30º • Nublado
Terça, 31 Janeiro 2023

Algodoal, um lugar paradisíaco no Pará

DJI_0099

A ilha de Maiandeua no município de Maracanã (PA), tem quatro vilas. Dentre elas, a de Algodoal (mais conhecida, ao ponto de chamarem ilha de Algodoal).

Furo Velho. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Para chegar lá, saindo de Belém, irá de transporte terrestre, carro ou moto, com mais ou menos 3h30 de viagem, ou de busão, saindo do terminal rodoviário de Belém, sendo 4h a 5h de viagem, até chegar à cidade de Marudá.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Chegando na ilha, logo no começo já tem as letras com o nome Algodoal para a turma que queira registrar que está passando por ali.

Placa para os turistas aproveitarem e fazerem aquela foto massa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Vale lembrar que por ter influência do mar, os barcos seguem os horários da maré, então, pode acontecer de você chegar no píer, do lado de Marudá ou da ilha e ter que esperar até a maré subir.

Momento em que a maré baixa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Como se locomover pela ilha

Só existem três formas para se locomover pela ilha, de barco, a pé ou de ubervalo ou cavaluber (charrete). Todas as charretes levam marcas de carros, Ferrari, BMW e outros personagens como Papa-léguas. Então, caso não queira usar as charretes, é bom ir de mochila, ao invés de mala, pois as ruas são de areia e dificultará arrastar a mala pela ilha.

Charrete MCLaren. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip
Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

A ilha tem vários restaurantes e hospedagem, que será um dos temas da próxima postagem, mas já dando um spoiler, ficamos na @marhesias. Chegando lá, você segue até o porto, onde irá pegar um dos barcos que levarão até a ilha de Maiandeua.

Lagoa da Princesa

Lagoa da Princesa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Um dos pontos de visitação da ilha de Marudá (Algodoal) é a Lagoa da Princesa. Uma lagoa de água bem escura, por conta da decomposição das folhas que caem dentro do lago.

Indo de barco para a lagoa da Princesa pelo Furo Velho. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Existem 3 formas de chegar até a lagoa, indo a pé, de charrete ou de canoa (barquinho). No meu caso, como fui visitar uma praia chamada Fortalezinha  e era um passeio que seguia pelo Furo Velho, que levava até a praia de Fortalezinha e na volta, param na Lagoa da Princesa.

Outra forma de ir até a lagoa da Princesa é em charrete. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

No caso das charretes tem todo o tempo várias passando pelas praias, basta pedir para levar até a lagoa. Já no caso do barco, basta chegar até a área do começo do Furo Velho e pedir para levar até lá. Sugiro que leve água e protetor solar.

Aproveitei para me refrescar nas águas escuras da lagoa da Princesa, pense num dia que estava quente. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

O local tem algumas barraquinhas para deixar suas coisas. No dia que fui, o calor estava intenso e a água estava deliciosa, o passeio valeu demais. E claro, no retorno, voltamos para a pousada Marhesias que fica bem ao lado do Furo Velho.

Lagoa da Princesa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Praia da Princesa 

Domingo é com certeza dia de praia, e uma das mais lindas que já visitei foi a praia da Princesa, na ilha de Maiandeua/Pará (Algodoal).

Praia da Princesa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

A praia tem um nascer e por do sol lindos, pude experimentar a beleza dos dois.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip
Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Na praia há vários restaurantes para todos os gostos. Locais para escapar do sol e ainda poder relaxar com a família e amigos.

Na praia da Princesa existem diversos bares e restaurantes, ao gosto do cliente. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Como a praia tem bastante vento, pude ver alguns esportes que usam o usam em favor, sendo praticados ali.

Windcar na praia da Princesa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

E não pude deixar de tomar aquele banho em suas águas, para refrescar um pouco.

Ah, ali também tem algumas dunas que os visitantes aproveitam para ter uma vista do alto, podendo vislumbrar toda a praia e também o seu lindo por do sol.

Dunas da praia da Princesa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip
Para chegar na praia da princesa, ou você vai caminhando ou de charrete, que é o único meio de transporte terrestre usado na região. Sendo considerado o Uber da ilha e cada charrete leva o nome de uma marca de carro, que vão desde Ferrari, BMW, Renalt, Wolksvagem.
Travessia do Furo Velho para a praia da Princesa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Aproveite, se for ao estado do Pará, vá à ilha de Maiandeua (Algodoal) e com certeza, visite a praia da Princesa. E se for necessário pernoitar, hospede-se na Pousada Marhesias, fica pertinho da praia da Princesa.

Passeio pelo Furo Velho

Furo Velho. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Outro dos lugares incríveis em Algodoal, é o conhecido Furo Velho, uma área de travessia dos barqueiros, que divide o dia em, estar cheio e vazio, dependendo da maré. Uma área que une o rio com o mar.

Nosso barco da travessia Chamas de Jah. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Ao fazer a travessia do Furo Velho, você irá passar por uma área de manguezais, repleto de vida, com caranguejos de várias cores e tamanhos, aves de todos os tipos e cores, além da garça brancas e grande que se destacam e dos guarás, entre alaranjados e avermelhados.

Travessia de barco pelo furo Velho. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

A travessia do furo é muito utilizada para chegar até a Lagoa da Princesa, um dos pontos de visitação do passeio, é que já postei sobre ela aqui em meu perfil. Mas, se seguirmos até o final do furo, chegamos ao encontro do rio com o mar.

Encontro do rio com o mar pelo furo Velho. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

De acordo com nosso barqueiro, que pilota o Chamas de Jah, chegamos a uma prainha deserta, inabitada, que é o outro lado da praia de Fortalezinha.

Prainha ao final do furo Velho. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Um passeio de uma manhã inteira, tendo que voltar antes do furo secar, quando a maré começa a descer.

Maré baixa no furo Velho. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Então, já deve viu, indo à ilha de Maiandeua (Algodoal), não deixe de fazer este passeio, vale lembrar que o passeio é descrito como passeio ecológico e o guia dá todas as instruções de como proceder na área visitada, sobre os animais ali presentes e sobre o fluxo da maré.

Hospedagem

Marhesias Pousada. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

E sobre onde ficar em Algodoal, bom, trouxe a Pousada Marhesias como modelo, uma pousada fantástica, que serve café da manhã, tem área de convivência, piscina, um atendimento espetacular e quartos, a melhor parte, quartos super confortáveis!

A pousada fica localizada bem ao lado do furo Velho, pertinho da praia da Princesa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip
Café da manhã obedecendo as normas de distanciamento, cada mesa já vinha com seus produtos embalados, distribuídos por chalés. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Outro ponto positivo é que fica bem ao lado do Furo Velho, onde saem as embarcações para ir para vários lugares na ilha.

Área de convivência da pousada. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip
Quartos bem aconchegantes. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Mais um ponto positivo? Sim, bem ao lado (fazendo parte do local) tem a Pizzaria Marhesias que servem pizzas que enchem de água a boca só pelo cheio, e a barriga com o sabor.

Pizzaria Marhesias. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip
Pizza paraense, uma das mais pedidas pelos turistas (jambú e camarão). Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Mais um ponto positivo, você pode ter a sorte de ver o pintor da região em ação, pintando quadros lindos e que remetem a histórias dali, e como tivemos sorte, vimos o Bergo em ação!

Demos sorte e pudemos ver o Bergo pintando um de seus quadros. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Para mais informações sobre a Pousada Marhesias, entre em contato pelo fone/whatsapp: (91) 99112-3461 ou pelo Instagram @marhesias.

Por do sol na ilha de Algodoal. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Bom, nossa viagem pela Ilha de Maiandeua (Algodoal) foi uma experiência única, e que com toda certeza irei levar pra toda vida.

Nascer do sol na praia da Princesa. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

E você, já conhece Algodoal, no Estado do Pará? Ainda não? Aproveite, conheça esse lugar lindo e fantástico, e com toda certeza irá se apaixonar!

Sobre o autor

Gildo Júnior é fotógrafo, videomaker, aventureiro, colunista, articulista e colecionador de roteiros. Para o servidor público federal, o mundo é imenso, repleto de lugares para conhecer, de coisas para fazer, de culturas para admirar, comidas para provar e pessoas para conhecer, por isso afirma que "por mais que o mundo gire, a única coisa que não posso fazer é ficar parado".

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista 

Veja mais notícias sobre Bora de Trip.

Veja também:

 

Comentários: 1

Erotilde em Quinta, 08 Dezembro 2022 01:32

Brigada preciso conhecer esse paraíso um desejo de montão…

Brigada preciso conhecer esse paraíso um desejo de montão…
Visitante
Quarta, 01 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/