Manaus 30º • Nublado
Quarta, 17 Agosto 2022

Você sabia que as onças pintadas são diferentes na Amazônia e no Pantanal?

Você sabia que as onças pintadas são diferentes na Amazônia e no Pantanal?

A onça-pintada (Panthera onca) é um animal que está em toda a biodiversidade brasileira. Desde o Cerrado até a Amazônia, os felinos se adaptam muito bem à diversidade dos biomas. Como é o caso da Amazônia e Pantanal, que, apesar de parecerem, são biomas diferentes. 

No Brasil, existem cerca de 55 mil onças espalhadas e o maior número está distribuído na Amazônia - com média de 40 mil felinos - e mais de 13 mil no Pantanal, de acordo com o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Apesar de serem da mesma espécie, existem algumas características entre os animais que se diferenciam dos que habitam na Amazônia e no Pantanal. Para entender mais, o Portal Amazônia conversou com o doutor em Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre, mestre em Gestão Ambiental e Áreas Protegidas, professor e biólogo da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Rogério Fonseca. 

Foto: Reprodução / ICMBio

As onças-pintadas são animais de grande porte, do gênero Panthera, sendo a única representante do gênero no continente. O peso das onças varia entre 35 e 130 kg, sendo o macho mais pesado que a fêmea. 

De acordo com o professor, as onças que habitam o Pantanal tendem a ser maiores do que as que vivem na Amazônia.

"As onças-pintadas do Pantanal são da mesma espécie das onças-pintadas que vivem na Amazônia. Contudo, por questões alimentares e por questões de ser um campo aberto, as do Pantanal tendem a ser maiores do que as encontradas na Amazônia", 

explica.

Segundo o biólogo, "o maior animal em cativeiro é uma onça-pintada que está no zoológico do (antigo) Tropical Hotel, ela tem 74 kg, e o capturado na natureza, pelo pesquisador Emiliano Esterci Ramalho, no Instituto Mamirauá, na Reserva de Instituto Sustentável de Mamirauá (Amazonas), um animal com aproximadamente 70kg". 

Se compararmos com animais do Pantanal, completa Rogério, onde são encontrados animais de até 130 kg, "então, os animais do Pantanal tendem a ser maiores do que os da Amazônia, apesar de serem da mesma espécie, Panthera onca".

Foto: Michel Gunther/WWF

Outra característica que diferencia é o tamanho. De acordo com o biólogo, podem ser encontradas onças maiores do que as da Amazônia que possuem hábito alimentar parecido.

"O que diferencia é que no nosso bioma, ela vive em ambientes muito mais densos e com menor capacidade visual. Ou seja, elas gastam mais energia para obter mais alimento, aqui na Floresta Amazônica. No Pantanal, elas já pegam, fazem uma captura e emboscada com muito mais facilidade, com muito mais visualização do campo de caça e, portanto, alimentam-se e crescem mais", 

comenta.

O seu comprimento total pode variar de 1,7 a 2,4 metros, e sua cauda é responsável por 52 a 66 cm do seu tamanho corporal. O professor lembra que, "infelizmente, a onça-pintada está na lista vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza), considerada quase ameaçada de extinção, desde 2016".


Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 17 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/