Ilha de Marajó, o maior arquipélago de mar e rios do mundo

Com aproximadamente três mil ilhas e ilhotas, a região é o maior arquipélago flúvio-marítimo do planeta

Considerada a maior ilha fluvial do mundo, o arquipélago do Marajó é um território gigante cercado de belezas naturais e habitado por um povo acolhedor. 

A região fica no extremo norte do Pará, banhada pela foz do rio Amazonas e pelo oceano Atlântico. São 50 mil km2 de extensão, bem maior que muitos países da Europa, o equivalente aos estados de Alagoas e Sergipe.

Reprodução: Tv Brasil

Com uma área de 40.100 km², Marajó é considerada a maior ilha fluviomarinha do mundo (ou seja, ela é cercada por rios de um lado, e por mar do outro), banhada pelo rio Amazonas a oeste e noroeste, pelo oceano Atlântico ao norte e nordeste e pelo rio Pará a leste, sudeste e sul.

A ilha destaca-se pela sua paisagem diferenciada, mesmo dentro da região amazônica, e é marcada por praias desertas de água salobra, igarapés e búfalos por toda a parte.

Contando com uma população total de cerca de 250.000 habitantes, sua área está dividida atualmente em 15 municípios, sendo que o principal destes é Soure, com 22 mil habitantes, seguida de Salvaterra com 17 mil habitantes.


Sobre o nome Marajó, a teoria mais aceita sobre a origem, faz menção às observações dos índios nativos da ilha, que a denominaram de “Mibaraió”, e que em língua tupi significa “anteparo do mar” ou “tapamar”. 


Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Borboleta amazônica híbrida: pesquisa comprova nova espécie

As análises genéticas e ecológicas indicam que os primeiros cruzamentos entre as duas espécies de borboletas que originaram a nova ocorreram há cerca de 180 mil anos.

Leia também

Publicidade