Manaus 30º • Nublado
Segunda, 24 Janeiro 2022

Conheça árvores tombadas como patrimônio histórico na Amazônia

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) explica que o 'tombamento' é o reconhecimento e proteção de um patrimônio e pode ser feito pela administração federal, estadual e municipal. Em âmbito federal, o tombamento foi instituído pelo Decreto-Lei nº 25, de 30 de novembro de 1937, com o objetivo de impedir a destruição ou mutilação, mantendo o item tombado preservado para as gerações futuras. 

Mas você sabia que as  árvores também podem ser tombadas como bens culturais ou históricos? O Portal Amazônia lista quatro árvores que são protegidas com o objetivo de preservação. Confira:

1. Castanheira - Porto Velho (RO)

Uma Castanheira em Porto Velho (RO) foi tombada por sua importância cultural para o Estado, com o objetivo de preservação e bem histórico. O tombamento foi decretado pelo governo e pela Secretaria de Estado da Cultura de Rondônia e ela recebeu o nome de 'Castanheira do Estádio Aluízio Pinheiro Ferreira', por estar localizada na calçada do estádio na Rua Rui Barbosa, no bairro Agricolândia.

Foto: Reprodução/Wagner Neves

2. Sumaúma - Boa Vista (RR)

A Árvore Sumaúma está localizada na área interna da escola de jardim de infância Princesa Isabel, na Avenida Jaime Brasil, no Centro de Boa Vista (RR). Ela foi tombada por sua importância histórica e cultural para o Estado. Em seu registro de tombamento a tentativa é de mostrar a importância que se tem os patrimônios naturais dentro de uma cidade e que conservá-los para as próximas gerações é essencial.

Foto: Reprodução/Google Street View

3. Mangueira - Belém (PA)

As mangueiras existentes nas ruas, praças e parques da área metropolitana de Belém (PA) foram tombadas pelo Departamento de Patrimônio do Estado do Pará. Considerada um símbolo da cidade que é conhecida como 'Cidade das Mangueiras', a mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo, revelando assim, sua importância de preservação. 

Foto: Reprodução/Hamilton Braga

4. Gameleira - Rio Branco (AC)

Ficou tombada para o Patrimônio Histórico Municipal a árvore denominada Gameleira, situada na volta da Rua Brigadeiro Eduardo Assmar no Segundo Distrito em Rio Branco (AC). O tombamento foi feito pela Prefeitura Municipal de Rio Branco com o intuito de preservar a árvore, um dos ícones da área.

Foto: Reprodução/Governo do Estado do Acre

Veja mais notícias sobre AmazôniaMeio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 24 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/