Manaus 30º • Nublado
Sábado, 27 Novembro 2021

As 10 espécies mais ameaçadas da Amazônia

A Floresta Amazônica, em especial, possui uma função ambiental muito importante. A lista de animais em perigo de extinção vem aumentando a cada ano, o que tem gerado grande impacto na fauna brasileira. Pensando nisso, o Portal Amazônia listou as 10 espécies mais ameaçadas:

Confira a lista: 

1. Gato-maracajá 

O gato-maracajá (Leopardus wiedii) é um felino nativo da América Central e da América do Sul. Além da Floresta Amazônica, esta espécie também pode ser encontrada em outros biomas brasileiros. O desenho de seus pelos são muito semelhantes ao da onça-pintada, tornando-se assim um alvo de caça. É um animal que está em risco de extinção, sendo classificado como vulnerável pelo Livro Vermelho da Fauna Brasileira ameaçada de extinção, publicado pelo ICMBio. 

Foto: Divulgação

2. Peixe-Boi da Amazônia 

O peixe-boi da Amazônia (Trichechus inunguis) é um mamífero aquático considerado o menor dos peixes-bois. Ele habita rios e lagos da água doce na Amazônia. Ele desempenha um papel ecológico importante no meio em que vive, pois sua alimentação baseada em plantas que ficam na superfície dos rios, impede que as mesmas se proliferem e diminua a intensidade dos raios solares na água. Este animal está classificado como vulnerável pelo Livro Vermelho do ICMBio (2016), sendo que o principal motivo do risco de extinção é a caça para utilização de sua carne e gordura.

Foto: Divulgação

3. Ararajuba 

A ararajuba (Guaruba guarouba) é uma ave endêmica do Brasil que vive principalmente no oeste do estado do Maranhão e no sudeste da Amazônia. Apresentando as cores amarela no corpo e verde na ponta das asas, ela é vítima do tráfico de animais. Por isso, é classificada como sendo de risco vulnerável de extinção, de acordo com o Livro Vermelho do ICMBio.

Foto: Divulgação

4. Gavião real 

O gavião real (Harpia harpyja) é uma das espécies de águia mais poderosas do mundo. Ele pode ser encontrado na região amazônica e sua principal característica é o poder de caça de diferentes animais, desde macacos até outras aves. A alteração do meio em que vive tem prejudicado sua sobrevivência. O desmatamento é uma das causas para este animal ser considerado como vulnerável à extinção segundo o Livro Vermelho do ICMBio.

Foto: Divulgação

5. Onça-Pintada 

A onça-pintada (Panthera onca) um felino que vive na Amazônia, porém também pode ser encontrado no bioma Pantanal. A perda de habitat devido ao desmatamento, a caça predatória e a fragmentação das populações são as principais ameaçadas de extinção da onça-pintada. Atualmente, a espécie está classificada como vulnerável a seu risco de extinção, de acordo com o Livro Vermelho do ICMBio.

Foto: Divulgação

6. Onça Parda 

A onça-parda (Puma concolor) é considerada o segundo maior felino do Brasil. O crescimento urbano tem contribuído com o risco de extinção da espécie, visto que dessa forma, houve a diminuição de seu habitat e de suas presas. De acordo com a publicação mais recente do Livro Vermelho do ICMBio, a onça-parda está classificada com risco vulnerável de extinção.

Foto: Divulgação

7. Macaco Aranha 

O macaco-aranha (Ateles belzebuth) é uma espécie de primata não endêmica do Brasil, porém ele se tornou residente nos estados do Amazonas e do Roraima. A caça predatória por indígenas e não indígenas é a principal causa da ameaça de sua extinção. De acordo com o Livro Vermelho publicado pelo ICMBio, o macaco-aranha está classificado como vulnerável.

Foto: Divulgação

8. Caiarara 

O caiarara (Cebus kaapori) é endêmico do Brasil e vive nos estados no Maranhão e do Pará. O tamanho de sua população vem diminuindo com o passar do tempo. Pesquisadores estimam que atualmente o número de indivíduos maduros seja pouco maior de 10 mil. As principais causas da ameaça de extinção estaria relacionada ao desmatamento e a fragmentação de seu habitat. Ele está classificado como criticamente ameaçado de extinção pelo Livro Vermelho do ICMBio.

Foto: Divulgação

9. Boto-cor-de-rosa 

É considerado o maior golfinho de água doce. O habitat do boto-cor-de-rosa (Inia geoffrensis) são as águas dos rios amazônicos do Brasil, da Bolívia, da Venezuela, da Colômbia, do Equador e do Peru. A principal ameaça são as atividades humanas, desde a pesca até o desmatamento e a construção de obras como represas. A poluição das águas, especialmente por agrotóxicos e mercúrio, também é um problema.

Foto: Divulgação

10. Gato-do-mato 

O gato-do-mato (Leopardus tigrinus ) é um felino que tem ampla incidência no Brasil, porém a espécie vem sofrendo com a fragmentação de seu habitat. De acordo com o Livro Vermelho publicado pela ICMBio, o gato-do-mato é classificado como em perigo de extinção. 

Foto: Divulgação

Veja mais notícias sobre AmazôniaMeio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 28 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/