Esportes

Meninas do Iranduba viajam em busca de inédito título nacional no futsal

Em parceria com a Maurício de Nassau, Iranduba disputa os Jogos Universitários Brasileiros, em Cuiabá, a partir desta quarta-feira


Após bater na trave na Liga Sub-20, o Iranduba terá mais uma chance de ganhar o primeiro título nacional de sua história. Em parceria com a Faculdade Maurício de Nassau, as meninas disputam os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), em Cuiabá, a partir desta quarta-feira (9). A equipe amazonense compete no futsal, onde foi campeã nos Jogos Universitários do Amazonas (JUAs).
     
Futsal feminino do Iranduba vem de dois títulos locais. Foto: Divulgação/Emanuel Mendes Siqueira
 
O Iranduba/Maurício de Nassau viaja na madrugada desta segunda (7) para terça-feira, às 4h15. Dez jogadoras compõem o time: Monalisa, Laura, Geovana, Djeni, Sâmia, Elisa, Monalisa, Mayara e Gisele, além das goleiras Rubi e Sol. O treinador é José Said, o mesmo que também conduziu o título do Iranduba no Campeonato Amazonense Sub-20 de Futsal Feminino.

A estreia do time amazonense está marcada para quarta-feira (9) contra a Estácio, do Maranhão, às 7h30 (horário de Manaus). A equipe fecha a fase classificatória na quinta (10), contra a Uninorte, do Acre, no mesmo horário.

"A expectativa é enorme para tentarmos o nosso primeiro título nacional aqui no Amazonas, embora muitos tenham considerado o vice-campeonato brasileiro sub-20 como um título", disse o diretor do Iranduba, Lauro Tentardini, que já foi campeão do JUBs em 2013, assim como Djeni Becker.

"O JUBs é um campeonato importante, pois a existência dele possibilita que muitos atletas amadores consigam se formar através de bolsas de estudo incentivadas para o esporte. Sendo assim, agradeço desde já ao diretor Iyad, da unidade da Nassau de Manaus, e ao doutor Carlos Hermógenes por acreditarem nesta parceria com o Iranduba, além do apoio do secretário Fabrício Lima da Sejel", completou Tentardini. O futsal amazonense nunca conquistou um título da elite dos Jogos Universitários.

JUBs

Os Jogos Universitários em Cuiabá ocorrem até sábado (12), com representantes dos 26 estados e do Distrito Federal em 17 modalidades que, pela primeira vez, incluem o paradesporto. Os organizadores estimam que 3 mil atletas devem competir, e o número de participantes sobe para 4,5 mil quando incluídas as comissões técnicas das delegações.

O presidente da Federação Mato-grossense de Esporte Universitário (FMEU), Alexandre Bregunci, desejou sucesso no desempenho de todas as delegações. “É uma honra receber todos em nossa casa, e que este sejam os jogos da esperança, de grandes experiências e vivências”.

Já o secretário-adjunto de Esporte e Lazer do Estado, Pedro Luiz Sinohara, agradeceu o voto de confiança da CBDU por trazer os Jogos Universitários para Cuiabá. “Objetivo esse que buscamos muito. E agora, finalmente, chegou a nossa vez e vamos fazer o melhor. Além do esporte, queremos criar um vínculo com quem nos visita, e que possam voltar e aproveitar nossas belezas naturais”.

Esportes

Home > Noticias > null

Meninas do Iranduba viajam em busca de inédito título nacional no futsal

Em parceria com a Maurício de Nassau, Iranduba disputa os Jogos Universitários Brasileiros, em Cuiabá, a partir desta quarta-feira

Gabriel Seixas

gabriel.seixas@portalamazonia.com


Após bater na trave na Liga Sub-20, o Iranduba terá mais uma chance de ganhar o primeiro título nacional de sua história. Em parceria com a Faculdade Maurício de Nassau, as meninas disputam os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), em Cuiabá, a partir desta quarta-feira (9). A equipe amazonense compete no futsal, onde foi campeã nos Jogos Universitários do Amazonas (JUAs).
     
Futsal feminino do Iranduba vem de dois títulos locais. Foto: Divulgação/Emanuel Mendes Siqueira
 
O Iranduba/Maurício de Nassau viaja na madrugada desta segunda (7) para terça-feira, às 4h15. Dez jogadoras compõem o time: Monalisa, Laura, Geovana, Djeni, Sâmia, Elisa, Monalisa, Mayara e Gisele, além das goleiras Rubi e Sol. O treinador é José Said, o mesmo que também conduziu o título do Iranduba no Campeonato Amazonense Sub-20 de Futsal Feminino.

A estreia do time amazonense está marcada para quarta-feira (9) contra a Estácio, do Maranhão, às 7h30 (horário de Manaus). A equipe fecha a fase classificatória na quinta (10), contra a Uninorte, do Acre, no mesmo horário.

"A expectativa é enorme para tentarmos o nosso primeiro título nacional aqui no Amazonas, embora muitos tenham considerado o vice-campeonato brasileiro sub-20 como um título", disse o diretor do Iranduba, Lauro Tentardini, que já foi campeão do JUBs em 2013, assim como Djeni Becker.

"O JUBs é um campeonato importante, pois a existência dele possibilita que muitos atletas amadores consigam se formar através de bolsas de estudo incentivadas para o esporte. Sendo assim, agradeço desde já ao diretor Iyad, da unidade da Nassau de Manaus, e ao doutor Carlos Hermógenes por acreditarem nesta parceria com o Iranduba, além do apoio do secretário Fabrício Lima da Sejel", completou Tentardini. O futsal amazonense nunca conquistou um título da elite dos Jogos Universitários.

JUBs

Os Jogos Universitários em Cuiabá ocorrem até sábado (12), com representantes dos 26 estados e do Distrito Federal em 17 modalidades que, pela primeira vez, incluem o paradesporto. Os organizadores estimam que 3 mil atletas devem competir, e o número de participantes sobe para 4,5 mil quando incluídas as comissões técnicas das delegações.

O presidente da Federação Mato-grossense de Esporte Universitário (FMEU), Alexandre Bregunci, desejou sucesso no desempenho de todas as delegações. “É uma honra receber todos em nossa casa, e que este sejam os jogos da esperança, de grandes experiências e vivências”.

Já o secretário-adjunto de Esporte e Lazer do Estado, Pedro Luiz Sinohara, agradeceu o voto de confiança da CBDU por trazer os Jogos Universitários para Cuiabá. “Objetivo esse que buscamos muito. E agora, finalmente, chegou a nossa vez e vamos fazer o melhor. Além do esporte, queremos criar um vínculo com quem nos visita, e que possam voltar e aproveitar nossas belezas naturais”.

TAG ManausAmazonasEsporte