Publicidade

Economia

Home > Noticias > null

Artesanato indígena será apresentado para lojistas de grandes centros comerciais, no AM

Uma rodada de negócios será promovida pelo Sebrae Amazonas, com etnias do Alto Solimões e Alto Rio Negro

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


Sem dúvidas, o artesanato indígena é um dos principais destaques do turismo amazonense. Visando a divulgação dessa cultura, o Projeto Brasil Original realizará uma rodada de negócios para os indígenas do Amazonas, com a participação de 12 lojistas oriundos dos maiores centros comerciais de artesanato do país, como por exemplo, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Recife e Minas Gerais.

O evento vai acontecer em dois momentos. O primeiro no dia 28 de março, no município de Benjamim Constant, e o segundo em 1º de abril, no Parque do Mindu, na capital amazonense.

   
Foto: Divulgação/Sebrae
 
De acordo com a gestora do projeto Brasil Original, Lilian Silva Simões, a ação, além de promover novos mercados, mostrará a realidade dos artesões do Amazonas. "É uma rodada especifica para o artesanato, não vai ter mistura, a demanda será 100% para o artesanato indígena. Inclusive, existem etnias que nunca tiveram uma oportunidade parecida, para eles é o momento certo de conhecer o mercado", afirmou.

Para a rodada de negócios, participarão etnias do Alto Solimões, dentre os convidados são Kanamari, Kulina, Katukina, Marubo, Korubos, Matis, Maiouruna e Ticunas. Já os representantes do Alto Rio Negro serão as etnias Baniwa, Tariana, Baré, Kuripaco,Tukano, Yanomami,  Dessana e Pira-Tapuia.

Todos os artesãos que desejam participar do evento, devem realizar sua inscrição na Secretaria de Cultura e Turismo de Benjamin Constant, na praça Frei Ludovico, ao lado do Banco do Brasil, ou pelo telefone (97) 99156-4457. 

Força da cultura

No dia 28 de março, os empresários que participarão da rodada de negócios vão assistir a uma apresentação cultura feita pelos índios Matis. "É uma forma dos indígenas mostrarem toda a beleza do trabalho deles. Dessa vez, o mercado vai ao encontro desses produtores. O legal é que as obras serão avaliadas por profissionais especializados na área", afirmou a coordenadora. 

O evento está sendo organizado pelo Sebrae, programa Brasil Original em parceria com a Fundação Estadual Indígenas - FEI, FUNAI, prefeitura de Manaus através da Semtepi, Setrab e a prefeitura de Benjamin Constant.

Sobre projeto

O projeto Brasil Original é desenvolvido pelo Sebrae e tem o objetivo de reposicionar o artesanato perante o mercado. Durante o projeto, são feitas diversas capacitações com artesãos, para que os seus produtos sejam mais valorizados, além de ações para promoção comercial do artesanato. 

Economia

Artesanato indígena será apresentado para lojistas de grandes centros comerciais, no AM

Uma rodada de negócios será promovida pelo Sebrae Amazonas, com etnias do Alto Solimões e Alto Rio Negro


Sem dúvidas, o artesanato indígena é um dos principais destaques do turismo amazonense. Visando a divulgação dessa cultura, o Projeto Brasil Original realizará uma rodada de negócios para os indígenas do Amazonas, com a participação de 12 lojistas oriundos dos maiores centros comerciais de artesanato do país, como por exemplo, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Recife e Minas Gerais.

O evento vai acontecer em dois momentos. O primeiro no dia 28 de março, no município de Benjamim Constant, e o segundo em 1º de abril, no Parque do Mindu, na capital amazonense.

   
Foto: Divulgação/Sebrae
 
De acordo com a gestora do projeto Brasil Original, Lilian Silva Simões, a ação, além de promover novos mercados, mostrará a realidade dos artesões do Amazonas. "É uma rodada especifica para o artesanato, não vai ter mistura, a demanda será 100% para o artesanato indígena. Inclusive, existem etnias que nunca tiveram uma oportunidade parecida, para eles é o momento certo de conhecer o mercado", afirmou.

Para a rodada de negócios, participarão etnias do Alto Solimões, dentre os convidados são Kanamari, Kulina, Katukina, Marubo, Korubos, Matis, Maiouruna e Ticunas. Já os representantes do Alto Rio Negro serão as etnias Baniwa, Tariana, Baré, Kuripaco,Tukano, Yanomami,  Dessana e Pira-Tapuia.

Todos os artesãos que desejam participar do evento, devem realizar sua inscrição na Secretaria de Cultura e Turismo de Benjamin Constant, na praça Frei Ludovico, ao lado do Banco do Brasil, ou pelo telefone (97) 99156-4457. 

Força da cultura

No dia 28 de março, os empresários que participarão da rodada de negócios vão assistir a uma apresentação cultura feita pelos índios Matis. "É uma forma dos indígenas mostrarem toda a beleza do trabalho deles. Dessa vez, o mercado vai ao encontro desses produtores. O legal é que as obras serão avaliadas por profissionais especializados na área", afirmou a coordenadora. 

O evento está sendo organizado pelo Sebrae, programa Brasil Original em parceria com a Fundação Estadual Indígenas - FEI, FUNAI, prefeitura de Manaus através da Semtepi, Setrab e a prefeitura de Benjamin Constant.

Sobre projeto

O projeto Brasil Original é desenvolvido pelo Sebrae e tem o objetivo de reposicionar o artesanato perante o mercado. Durante o projeto, são feitas diversas capacitações com artesãos, para que os seus produtos sejam mais valorizados, além de ações para promoção comercial do artesanato. 


TAG artesanatocultura indigenanegociosSebrae Amazonas