Publicidade

Culinária

Home > Mulher > null
Culinária

Chefes da Amazônia apostam em hambúrguer com jambu, tambaqui e castanha

Diferentes dos fast-food ou x-caboquinho, chefes e empresários criaram o X-Tucuju e o Hambúrguer de Carne de Tambaqui com Jambu


X-salada, X-bacon, X-maionese. Esqueça todos os tradicionais e mais conhecidos recheios, pois na Amazônia a aposta é o hambúrguer de jambu e tucupi ou hambúrguer de carne de tambaqui. Diferentes dos habituais lanches fast-food ou do x-caboquinho, os chefes de cozinhas e empresários do Amapá, Amazonas e Pará resolveram apostar nos ingredientes da região. O Portal Amazônia conversou com dois chefes de cozinha que explicaram a mudança no cardápio.

Em Macapá, Tassio Callins é proprietário da Underground Club Rock Bar, lugar que mistura bar e estúdio de música. O local já disponibiliza no cardápio a cachaça de jambu, bebida alcoólica que deixa a língua dormente. A bebida conquistou o público e o empresário começou a pensar em formas  de proporcionar um toque amazônico aos pratos servidos no bar. A partir daí decidiu criar o X-Tucuju. Sanduíche que tem no recheio carne artesanal, queijo local, castanha do Brasil ralada e jambu cozido com tucupi. 

Muito conhecido por ser um dos ingredientes do tacacá, o jambu é uma erva cujas as folhas provocam leve dormência na boca. Durante pesquisas para a produção do produto, Callins descobriu o estabelecimento Circus, localizado em Belém, produz o Jambúrguer: um prato com 250g de carne, jambu, queijo de búfala e castanhas caramelizadas. “Resolvemos criar o nosso próprio, a partir do que a Circus já tinha feito. Adicionamos um molho especial a base de tucupi que acompanha o prato”, explica. O tucupi, também ingrediente do tacacá, é um caldo amarelado extraído da raiz da mandioca quando descascada ou ralada

Hoje X-Tucuju é o prato mais pedido do estabelecimento. “As pessoas gostam muito dos temperos regionais. Vamos apostar mais nisso”, explicou. 

Temperos exóticos

O proprietário e chefe de cozinha amazonense do Pepe, Andrei Paulain Corado, entrou no ramo da gastronomia há 18 anos e herdou da família a tradição de cozinhar. Corado cria pratos com temperos típicos da região amazônica, o mais recentemente é o Hambúrguer de Carne de Tambaqui com Jambu e molho pesto amazônico. 
   
 
 
Foto: Pricila de Assis/Cedida
 
De acordo com o chefe, o sabor do prato é peculiar. As adições de castanha, jambu e a carne processada do filé do tambaqui carregam muito bem os sabores da região sem deixar que um se sobressaia ao outro. Corado diz que o prato ainda passa por melhorias. “Eu estou aprimorando o prato e em breve ele vai estar disponível para os consumidores”, revelou ao Portal Amazônia.

Chefes da Amazônia apostam em hambúrguer com jambu, tambaqui e castanha

Diferentes dos fast-food ou x-caboquinho, chefes e empresários criaram o X-Tucuju e o Hambúrguer de Carne de Tambaqui com Jambu

Isaac Guerreiro

isaac.guerreiro@portalamazonia.com


X-salada, X-bacon, X-maionese. Esqueça todos os tradicionais e mais conhecidos recheios, pois na Amazônia a aposta é o hambúrguer de jambu e tucupi ou hambúrguer de carne de tambaqui. Diferentes dos habituais lanches fast-food ou do x-caboquinho, os chefes de cozinhas e empresários do Amapá, Amazonas e Pará resolveram apostar nos ingredientes da região. O Portal Amazônia conversou com dois chefes de cozinha que explicaram a mudança no cardápio.

Em Macapá, Tassio Callins é proprietário da Underground Club Rock Bar, lugar que mistura bar e estúdio de música. O local já disponibiliza no cardápio a cachaça de jambu, bebida alcoólica que deixa a língua dormente. A bebida conquistou o público e o empresário começou a pensar em formas  de proporcionar um toque amazônico aos pratos servidos no bar. A partir daí decidiu criar o X-Tucuju. Sanduíche que tem no recheio carne artesanal, queijo local, castanha do Brasil ralada e jambu cozido com tucupi. 

Muito conhecido por ser um dos ingredientes do tacacá, o jambu é uma erva cujas as folhas provocam leve dormência na boca. Durante pesquisas para a produção do produto, Callins descobriu o estabelecimento Circus, localizado em Belém, produz o Jambúrguer: um prato com 250g de carne, jambu, queijo de búfala e castanhas caramelizadas. “Resolvemos criar o nosso próprio, a partir do que a Circus já tinha feito. Adicionamos um molho especial a base de tucupi que acompanha o prato”, explica. O tucupi, também ingrediente do tacacá, é um caldo amarelado extraído da raiz da mandioca quando descascada ou ralada

Hoje X-Tucuju é o prato mais pedido do estabelecimento. “As pessoas gostam muito dos temperos regionais. Vamos apostar mais nisso”, explicou. 

Temperos exóticos

O proprietário e chefe de cozinha amazonense do Pepe, Andrei Paulain Corado, entrou no ramo da gastronomia há 18 anos e herdou da família a tradição de cozinhar. Corado cria pratos com temperos típicos da região amazônica, o mais recentemente é o Hambúrguer de Carne de Tambaqui com Jambu e molho pesto amazônico. 
   
 
 
Foto: Pricila de Assis/Cedida
 
De acordo com o chefe, o sabor do prato é peculiar. As adições de castanha, jambu e a carne processada do filé do tambaqui carregam muito bem os sabores da região sem deixar que um se sobressaia ao outro. Corado diz que o prato ainda passa por melhorias. “Eu estou aprimorando o prato e em breve ele vai estar disponível para os consumidores”, revelou ao Portal Amazônia.

TAG hambúrguerjambucarne de tambaquisanduíche de tambaquihambúrguer de tambaquiManausAmazonasAmazôniaX-TucujuJambúrguer