Manaus recebe pela primeira vez uma edição do Pimp My Carroça

Pela primeira vez, Manaus receberá uma edição do Pimp My Carroça, iniciativa que visa dar mais visibilidade e força aos catadores de materiais recicláveis, principais responsáveis pela coleta seletiva do Brasil e do mundo. O evento, que acontece dia 8 de outubro  no local Paço Municipal, no Centro, contará com ações de reforma e graffiti para as carroças de cerca de 40 catadores, além de atendimentos de bem estar e saúde.

Evento terá também programação cultural. Foto: Divulgação
Para essa edição, o movimento conta com o suporte do Greenpeace Manaus, que  apóia não só na logística, como na articulação com iniciativas e coletivos da cidade.O Pimp My Carroça contará com equipe de funileiros e marceneiros para as reformas, artistas para pintar as carroças e voluntários para ajudar na logística do dia e voluntários de bem estar e saúde, para os atendimentos aos catadores.
Além das ações de reforma, pintura e atendimento, o evento contará com uma vasta programação cultural, articulada pelo Coletivo Difusão, que atua na promoção e difusão das manifestações artístico-culturais e midiáticas, priorizando a valorização da identidade sociocultural manauara, assim como a revalorização dos espaços urbanos e a conscientização ambiental.
O Pimp My Carroça em Manaus faz parte de um circuito inédito do projeto: 05 cidades diferentes em um único ano. Realizado via Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, com patrocínio Ball, líder na fabricação de embalagens para bebidas no mundo, o projeto já passou por Bragança Paulista (13/08), Sâo Paulo (27/08), Cuiabá (03/09) e chegará à Brasília ainda em 2016.
“Essa maratona do Pimp My Carroça comprova que os catadores estão por todo o país e que precisam ser vistos e valorizados. Já estivemos em diversas cidades levando versões menores e estamos muito empolgados em poder percorrer o Brasil e atender muito mais catadores de uma só vez. Que seja o primeiro de muitos circuitos, reconhecendo cada vez mais o trabalho desses agentes ambientais da reciclagem”, explica Mundano, artivista e idealizador do movimento.
Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Pará abre consulta pública sobre concessão florestal na Unidade de Recuperação Triunfo do Xingu

A Semas e o Ideflor-Bio incentivam a participação ativa da sociedade, reforçando a importância da consulta pública para um processo democrático e inclusivo.

Leia também

Publicidade